PC Siqueira reaparece no YouTube após acusação de pedofilia

Influencer foi criticado por internautas ao postar primeiro vídeo após cinco meses do fim do canal.

por Miriam Kaibara 25 nov, 2020 16:30Tags
Recomendado para você: PC Siqueira reaparece no YouTube após acusação de pedofilia

PC Siqueira reapareceu no YouTube nessa terça-feira, 24, após ser acusado de pedofilia. Essa é a primeira vez que PC posta na rede social desde o fim de seu canal, há 5 meses. 

No vídeo de mais de 7 minutos, o influencer surge de terno e gravata, lendo notícias do país. No Twitter, vários internautas se revoltaram com seu retorno. 

"Pelo amor de Deus velho, se você assim como todo mundo odeia o PC Siqueira, não vai ver o vídeo dele por curiosidade!!! Para de ser burro, é isso o que ele quer!", disse o @baianochad. "O PC Siqueira voltando pro YouTube completamente monetizado e com gente o apoiando menos de 6 meses depois de ser desmascarado como pedófilo", escreveu @unlovabla.

leia também
PC Siqueira volta a falar das acusações de pedofilia: "Farei retratação"

No dia 10 de junho, PC Siqueira foi acusado de pedofilia após supostas trocas de mensagens serem vazadas. A conta no Twitter Exposed Emo divulgou uma captura de tela do suposto diálogo do youtuber, onde ele conta que recebeu a foto de uma menina de 6 anos, enviada pela mãe da garota.

Na semana seguinte, PC prestou depoimento na 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa da DHPP, em São Paulo, acompanhado de dois advogados. Ele também decidiu apagar o canal no YouTube. 

leia também
PC Siqueira faz novos posts: "Estou bem, rumo à iluminação"

PC também fazia parte do canal Ilha dos Barbados, ao lado de Rafinha Bastos e Cauê Moura, cujo fim foi anunciado após a repercussão do caso.

"Assim como vocês, tomei conhecimento do caso envolvendo o PC por meio das redes sociais. Fiquei completamente chocado. Mantive o silêncio até agora, mas o benefício da dúvida se esgotou. Que todos os envolvidos sejam submetidos à lei. Que essa criança seja salva com urgência. No momento, eu e Rafinha não vemos sentido em seguir com as atividades do Ilha dos Barbados. Estamos perplexos e decepcionados", escreveu Cauê, justificando o fim do canal.