Miley Cyrus diz que está sóbria há duas semanas após recaída

A atriz foi honesta sobre sua relação com o álcool em uma entrevista.

por Allison Crist | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 24 nov, 2020 19:52Tags
Recomendado para você: Miley Cyrus diz que está sóbria há duas semanas após recaída

Miley Cyrus, que não chorou muito após o divórcio, está se abrindo novamente sobre a sua relação com o álcool!

A cantora de Prisoner revelou em uma entrevista para o programa de Zane Lowe, nessa segunda-feira, 23 de novembro, que ela está sóbria há duas semanas após ter uma "recaída" durante a pandemia do coronavírus.

"Bom, sendo bem honesta, assim como muitas pessoas, eu tive uma recaída durante a pandemia... e eu jamais iria sentar aqui e falar 'eu estou sóbria' sendo que eu não estou", disse a estrela que acabou de fazer 28 anos. "Eu tive uma recaída e me toquei que, agora que estou sóbria novamente há duas semanas, eu realmente aceitei esse período".

Ela adicionou que está tentando lidar com isso de uma forma mais tranquila: "Uma das coisas que eu falo para mim mesma é: 'Não fique furiosa, fique curiosa'. Então, não fique com raiva de si mesmo e pergunte: 'O que aconteceu?'".

leia também
Miley Cyrus diz que "não passou muito tempo chorando" após divórcio

Cyrus anunciou em junho que ela estava sóbria há seis meses, mas ela afirmou na entrevista com Lowe que "ela não quer tomar um partido" ao afirmar que teve uma recaída.

"Para mim, foi difícil porque eu não sou uma pessoa que age com moderação e eu não acho que todo mundo tem que ficar sóbrio", disse ela. "Eu acho que as pessoas têm que fazer o que é melhor pra elas".

Vijat Mohindra

A cantora adicionou: "Eu não tenho um problema com bebida. Eu tenho um problema com as decisões que eu tomo após passar um certo nível. Eu só quero estar 100% acordada 100% do tempo".

"Eu tenho muita disciplina", Cyrus continuou. "Por isso nunca é fácil, mas para mim é melhor estar sóbria ou entrando e saindo da sobriedade. Porque o dia que eu me canso, eu realmente me canso, mas o dia que eu quero, eu quero. Entende? Mas quando eu não quero, eu realmente não quero. Eu sou bem disciplinada".

Depois, Cyrus refletiu sobre o último ano de sua vida e como a morte de astros como Amy Winehouse, Jimi Hendrix, Jim Morrison e Kurt Cobain (que morreram aos 27 anos) a inspiraram a ficar sóbria.

"Os vinte e sete foi um ano em que eu realmente tive que me proteger. Em que eu realemnte quis ficar sóbria, porque perdemos muitos ícones com 27", disse ela. "É uma idade importante. Ou você vai para o próximo capítulo, ou vai tudo acabar ali. Eu sinto que alguns dos artistas não sabiam lidar com o proprio poder, a própria energia, a própria força. É muita energia. E eu nasci com isso".

leia também
Miley Cyrus revela se deixou de seguir famosos que foram à festa na pandemia

Cyrus também falou sobre relacionamento e amor, refletindo sobre a pressão e a obssessão da sociedade em achar um parceiro para a vida toda.

"Eu tento não ser totalmente dependente desse sistema, porque ele é ensinado para você. Provavelmente todas as mulheres da minha família antes de mim tiveram alguém, tiveram filhos. Então isso está enraizado em mim, mas na verdade eu não me apoio nessa ideia. Eu penso: 'Isso é o que eu deveria querer, mas eu não quero. E tudo bem'".

"O que eu também aprendi é que quando alguém está falando sobre tempo e diz que: 'Agora não é uma boa hora para isso', realmente nunca é uma boa hora", disse ela, citando algumas tragédias que ela passou pela vida, incluindo o seu término com Liam Hemsworth. "Nunca é uma boa hora para a sua casa pegar fogo. Nunca é uma boa hora para você passar por um divórcio. Nunca é uma boa hora para a sua avó morrer".

"Nunca é uma boa hora para nada", adicionou ela. "Vai acontecer e, quando acontecer... não vai ser fácil".

Miley também disse que ela se fez ficar "desconfortável e solitária" ultimamente. Por exemplo, ela desligou todos os aparelhos de sua casa. "Sem TV, sem telefones, sem computador, nada, nem música".

"Eu fico lá sentada e deixo as emoções virem, porque elas sempre acabam vindo. E dói. A dor é excruciante", dividiu ela. "Fiz isso há umas três noites e eu chorei de soluçar. No próximo dia estava me sentindo tão bem, porque você não fica assim para sempre. E nós vivemos em uma sociedade que sempre pede para nós ignorarmos nossos sentimentos".

fotos
As férias em família de Miley Cyrus