Anitta defende SUS após possível privatização: "Precisei até pouco tempo atrás"

Além de criticar o decreto já revogado pelo presidente, a cantora revelou o motivo de ter se afastado das redes sociais.

por Sally Borges 29 out, 2020 18:19Tags
Recomendado para você: Anitta defende SUS após possível privatização: "Precisei até pouco tempo atrás"

Anitta foi às redes sociais na quarta-feira, 28, para se manifestar sobre o decreto de Jair Bolsonaro de privatizar o SUS, Sistema Único de Saúde. Em seu Twitter, Anitta disse que já precisou do serviço e criticou o governo atual.

"Se eu entendi certo o raciocínio deste governo... 1. Vai... libera os venenos todos na comida.. os agrotóxicos.. produção em massa.. que se danem os produtores orgânicos. 2. Quem tem dinheiro busca o alimento menos assassino pra por no prato (mais caro). Quem não tem vai no que dá", iniciou ela.

Em seguida, a cantora citou que "comida cheia dos venenos" deixa as pessoas com diversos problemas de saúde.

"O projeto pra melhorar a economia é matar quem tem menos? Aí diminui a pobreza do Brasil?", se questionou.

leia também
Anitta e Ivete Sangalo vão se apresentar no Rock in Rio Lisboa 2021

Depois, Anitta comentou o fato de já ter usado o SUS, que oferece atendimento de saúde gratuito aos brasileiros, na rede social.

"'Anitta nem precisa do SUS não sabe'. Uma pesquisa rapidinha no Google vocês vão saber 2 coisas.. 1. De onde eu vim e pq já precisei do SUS até pouco tempo atrás. 2. O SUS representa muito mais do que vocês acham que representam".

Minutos depois, o presidente revogou o decreto 10.530 sobre a privatização do sistema de saúde.

Na quarta-feira, 28, a cantora também se manifestou sobre se afastado das redes sociais e explicou que teve uma infecção alimentar.

"Realmente sumi pois tive uma intoxicação alimentar que me deixou muitos dias de cama. Estavam (equipe) postando nas redes por mim. Mas hoje acordei me sentindo muito melhor e peguei mais um pouco o celular", explicou a musa.