Kim Kardashian detalha batalha "assustadora" de Kanye West contra Covid-19

Em entrevista à revista, a estrela de KUWTK contou detalhes do momento difícil que passou com o marido

por Alyssa Morin | Traduzido Por Miriam Kaibara | 06 out, 2020 14:50Tags
Recomendado para você: Kim Kardashian detalha batalha "assustadora" de Kanye West contra Covid-19

Kim Kardashian, que se assustou com nova obsessão de North, se abriu em entrevista à Grazia Magazine. Além de falar sobre a última temporada de KUWTK, Kim ainda revelou a batalha "assustadora" de Kanye West contra a Covid-19.

E como ela se sente recentemente? "Talvez nosso planeta precisasse de uma pausa. Talvez todos nós precisássemos de uma pausa. Talvez esse foi o recomeço? Eu tento ver dessa forma".

"Sou o tipo de pessoa que respeita o processo. Que respeito o que está acontecendo no mundo", disse ela.

Confira abaixo mais intimidades da vida pessoal da estrela e de sua carreira:

leia também
Mario Dedivanovic, maquiador de Kim Kardashian, lança sua própria marca

Como ela se sente aos 40 anos:

"Não sou do tipo de pessoa que fica nervosa sobre envelhecer. Eu obviamente faço o que eu posso para tentar me sentir mais jovem, ou parecer de certa maneira. Mas  estou orgulhosa por meus filhos me terem aqui mais um ano. Sempre penso nisso. Particularmente após perder seu pai ou alguém próximo a você jovem".

Seus planos para celebrar o aniversário:

"Eu pensei no melhor plano. E vai se chamar Wild, Wild Miss West's 40th Birthday", disse ela, contando que os preparativos já estão em andamento. 

"Manfred Thierry Mugler fez uma fantasia de metal para mim. Tipo uma fantasia de cowgirl. Ela é incrível. Nós fizemos provas de roupa virtuais. Não quero nem disperdiça-la em uma festa com cinco pessoas. Eu quero que seja algo. Então, estou pensando em talvez usá-la ano que vem. Posso vesti-la no meu aniversário de 41 anos. Ainda podemos chama-lo de meus 40s, certo?"

E!

A recuperação de Kanye West após contrair coronavírus:

"Kanye teve bem no começo, quando ninguém sabia realmente o que estava acontecendo. Foi tão assustador e desconhecido. Estava com meus quarto filhos e ninguém mais na casa para ajudar... eu tive que trocar os lençóis dele e ajudá-lo a sair da cama quando ele não estava se sentindo bem".

"Foi um desafio porque era tão desconhecido. Trocar seus lençóis com luvas e uma face shield foi realmente um momento assustador", admite ela.

Como a estrela aborda assuntos sérios com os filhos:

"Sou muito aberta e honesta com eles. Não quero dar a eles muita informação que eles não vão compreender totalmente e vai deixá-los ansiosos". Ela explica que seu "instinto maternal" acelerou com a pandemia e o movimento Black Lives Matter.

"Eles obviamente sentem que há algo acontecendo. Você tem que se controlar e não ter medo. Como mãe, seu objetivo número um é fazer com que seus filhos se sintam seguros".

Zach Hilty/BFA.com

A decisão da família de terminar KUWTK:

"Esse foi um sonho de todos nós. Nós nunca imaginamos que iríamos ter uma segunda temporada. Agora estamos na 20ª. Às vezes a gente precisa de uma pausa. É muito simples"

"Nós precisamos de um minuto para reagrupar. Sabe, nós não tivemos uma pausa em 14 anos. Nós filmávamos uma temporada e então um spin-off e acho que não tem outra forma de dizer isso a não ser que nós vivemos uma grande vida. E nós temos filhos agora. E eles precisam de nós. Tem muita coisa acontecendo, mesmo que seja por um minuto, nós precisamos desse tempo".

Como ela se sentiu com o anúncio do fim do reality:

"Foi o dia mais emocionante, de verdade. Com lágrimas. Quero dizer, acho que eu fiquei chorando todo o final de semana. Eu provavelmente vou me emocionar agora no telefone... foi uma decisão muito emotiva".

Segundo Kim, Khloé Kardashian relembrou a família, "Não é como se nós tivéssemos morrido, nós ainda estamos aqui".

Kevin Mazur/Getty Images

As filmagens de KUWTK durante a pandemia:

"Será realmente interessante ver o que todos nós estávamos fazendo durante a pandemia. Estávamos tão assustados e cautelosos e compartilhamos cada momento. Estar com seus quatro filhos e não ter amigos, suas rotinas, e ninguém para ajudar. Foi um lado muito diferente de nós que eu acho que ninguém viu".

"Agora a produção pode trabalhar, com muito cuidado. Mas no fim da temporada tudo volta um pouco à normalidade. Queremos viver isso plenamente".

Sobre o conselho que recebeu de seu pai sobre a faculdade de Direito:

"Ele me disse uma vez, 'Acho que você seria ótima nisso. Mas também acho que é super estressante e exaustivo. Então, se você quer uma vida sem stress talvez não faça Direito'. Ele amava tanto apesar disso. Ele teria sido meu parceiro de estudos".

Ela confessa que "costumava sempre vasculhar as coisas dele, tentando examinar seus casos no fim de semana, quando minhas irmãs estavam tentando festejar e se divertir e não conseguiam nem entender porque eu queria fazer aquilo... Eu ficava tão intrigada e curiosa".

 

Relembre abaixo todas as vezes que Kim Kardashian apoiou Kanye West:

Sobre a saúde mental do marido

Após uma série de tweets polêmicos do marido, em julho de 2020, Kim falou sobre a saúde de Kanye.

"Como muitos de vocês sabem, Kanye tem transtorno bipolar. Qualquer pessoa que tenha ou tenha um ente querido em sua vida sabe o quão incrivelmente complicado e doloroso é entender", começou Kim. "Eu nunca falei publicamente sobre como isso nos afetou em casa, porque sou muito protetora quanto aos nossos filhos e com o direito de Kanye à privacidade quando se trata de sua saúde. Mas hoje, sinto que devo comentar sobre isso por causa do estigma. e equívocos sobre saúde mental ".

Mais tarde, no longo post, Kim chamou Kanye de "uma pessoa brilhante, mas complicada".

Ela continuou: "... além das pressões de ser um artista e um homem negro, que experimentou a dolorosa perda de sua mãe, ele tem que lidar com a pressão e o isolamento que são aumentados por seu distúrbio bipolar. Aqueles que estão próximos de Kanye conhecem seu coração e entendem que suas palavras algumas vezes não se alinham com suas intenções. "

Ela concluiu sua declaração com um pedido de compreensão e privacidade.

Enviando recado a Rhymefest

Kim saiu em defesa de Kanye em maio de 2018, depois que o rapper Rhymefest criticou o artista de "Stronger" por supostamente abandonar a organização Donda's House.

A estrela de KUWTK escreveu: "Você não está certo desde que foi expulso do estúdio no Havaí usando Yeezys falsos. Você acabou de alavancar o nome de Kanye e pediu a Kanye que doasse dinheiro para você, então pare com sua política falsa da comunidade e mentiras. A verdade é que você não foi capaz de sustentar a fundação".

Depois de alguns outros tweets, Kim observou: "É melhor você acreditar que farei a minha missão de tirar a Donda's House de você e deixar meus filhos comandá-la da maneira que deveria ser comandada! @RHYMEFEST".

Recado para a mídia

Depois que Kanye deu o que falar com um discurso no Twitter, em abril de 2018, Kim foi até à rede social e falou sobre os comentários sobre a saúde mental de seu marido.

"Para a mídia que tenta demonizar meu marido, deixe-me dizer isso... seu comentário sobre Kanye ser errático e que seus tweets são perturbadores é realmente assustador", ela twittou. "Tão rápido em rotulá-lo como portador de problemas de saúde mental por ser ele mesmo, quando ele sempre foi expressivo não é justo".

Ela continuou: "Ontem foi anunciado que Kanye rompeu com algumas pessoas em seus negócios e meios de comunicação fizeram isso ser sobre a saúde mental de Kanye. Em vez de apenas uma simples decisão de negócios. Estou feliz que ele tenha twittado sobre o estado de sua empresa e todas as coisas emocionantes que estão acontecendo".

Protegendo a Yeezy

Depois que postagens feitas pelo Twitter não afiliado do Twitter, @theyeezymafia, espalharam informações incorretas sobre a marca de seu marido, Kim foi ao Twitter e escreveu: "Como uma conta verificada representa Yeezy com informações falsas. Você NÃO trabalha para Yeezy e NÃO é afiliada. Como você vai acredita em uma conta que publique coisas falsas".

Rebatendo críticas

Kim foi ao Twitter mais uma vez em março de 2018, depois que a marca Yeezy, de Kanye, sofreu críticas. Ela escreveu: "A 6ª temporada foi genial. Todos os meus looks no Japão são da 7ª temporada e estarão online em breve. Yeezy não joga de acordo com as regras da moda. A sala de exposições era estritamente de sapatos e sempre será destinada a isso".

Mais tarde, a estrela do KUWTK acrescentou: "YEEZY TEM SEU PRÓPRIO UNIVERSO #TEMPORADA7."

Briga com Drake

Em dezembro de 2018, Kanye alegou no Twitter que Drake o "ameaçou" por telefone e o acusou de mexer com "pessoas com problemas de saúde mental". Em apoio ao marido, Kim foi à mídia social e alertou: "@Drake Nunca ameace meu marido ou nossa família. [Kanye] abriu o caminho para que houvesse um Drake".

Poêmica no SNL

Após o discurso de Kanye sobre política no Saturday Night Live, em setembro de 2018, Kim falou sobre o assunto em entrevista ao The Messy Truth With Van Jones.

"O que você quer que eu faça? Suba no palco e cante? Tipo, o o que você quer que eu faça? Eu o ouço. Depois, talvez eu saiba que posso ajudá-lo a se comunicar um pouco melhor e, sabe, devemos trabalhar nisso. E ele diz, 'Ah, sim, mas eu já tuitei' e eu digo, 'Bom, o que você tuitou não é o que você acabou de me dizer por telefone.' Mas às vezes as pessoas não têm muito tempo para realmente ouvi-lo e ver o que ele tem a dizer. "

Expondo Taylor Swift

Em julho de 2016, Kim e Kanye estavam no meio de um drama com Taylor Swift. Na época, a cantora de "Bad Blood" negou saber que Kanye iria cantar o verso, "Eu fiz essa cadela famosa" se referindo a ela.

Em resposta, Kim postou um vídeo no Snapchat com convera entre Kanye e Taylor discutindo a letra de "Famous".

Dizendo a "famosa" verdade

Antes de soltar os áudios no Snapchat, Kim contou à GQ, em sua reportagem de capa de junho de 2016, que Taylor sabia das letras de "Famous".

"Ela aprovou totalmente isso", disse a estrela de KWUTK. "Ela sabia que isso seria lançado. Ela queria repentinamente agir como se não soubesse. Eu juro, meu marido se importa tanto com as coisas [quando] ele realmente estava fazendo o protocolo adequado e até ligou para aprovação".

Em relação a Kanye chamando a cantora de "cadela", Kim passou a defendeu o rapper. "Quero dizer, ele me chamou de cadela em suas músicas. Isso é tipo, o que eles dizem. Nenhuma vez eu pensei, 'Que palavra depreciativa! Como ele ousa?' Nem em um milhão de anos".