Meghan Markle diz que está ansiosa para usar a sua voz nos EUA

A esposa de Harry falou sobre seus objetivos de participar de movimentos sociais em seu país de origem. Confira!

por Cydney Contreras | Traduzido Por Sally Borges | 15 ago, 2020 17:42Tags
Meghan Markle, The 19th Represents: On Race & Gender19thnews.org

Meghan Markle está se abrindo após deixar o cargo de membro sênior da Família Real Britânica. Em conversa com Emily Ramshaw, co-fundadora e CEO da 19th*, Meghan disse que está ansiosa para defender causas de grandes importâncias nos Estados Unidos.

"É algo que anseio por fazer parte", disse a esposa de Príncipe Harry, sobre o clima político atual e o movimento Black Lives Matter. "E fazer parte do uso da minha voz de uma forma que não tenho conseguido ultimamente. Então, sim, é bom estar em casa".

Quando se casou com Harry, em maio de 2018, ela acabou se tornando membro da realeza e, consequentemente, imparcial sobre política; já que o parlamento britânico considera a intervenção real, direta ou indireta, inconstitucional. Por isso, aliás, seu marido nunca votou em uma eleição.

leia também
A vida de Meghan Markle após a renúncia da Família Real

Mas quando o duque e a duquesa pararam de trabalhar para a Família Real em março, eles ganharam mais liberdade para agir e falar sobre qualquer assunto, incluindo desigualdade racial e de gênero. 

"Para voltar e apenas ver este estado de coisas, acho que no início, para ser honesta, foi simplesmente devastador. Foi muito triste ver onde nosso país estava naquela momento", disse Meghan a Emily. "Se houver alguma fresta de esperança nisso, eu diria que nas semanas após o assassinato de George Floyd, nos protestos pacíficos que você estava vendo, nas vozes que estavam saindo, na maneira com que as pessoas estavam realmente assumindo papel... Passou da tristeza para um sentimento de inspiração absoluta, porque posso ver que a maré está mudando".

Mas a atriz de 39 anos acrescentou que as mudanças que ela espera ver neste país vai depender da mídia fazer mudanças institucionais, ligeiramente dando uma indireta sobre os veículos britânicos.

"O que é tão fascinante, pelo menos do meu ponto de vista e minha experiência pessoal nos últimos dois anos, é apenas a manchete, o clickbait sozinho faz uma marca", explicou ela. "Isso é parte de como começamos a ver o mundo, como interagimos com outras pessoas. Acho que há tanto toxicidade por aí. Meu marido e eu conversamos sobre isso com tanta frequência, essa economia de atenção, da qual é monetizável agora, quando você olha para o espaço digital e a mídia".

"Se você está apenas tentando chamar atenção de alguém e mantê-la, você está optando por algo obsceno em vez de algo verdadeiro".

19thnews.org

A conversa com Emily aconteceu em Montecito, na Califórnia. O casal e seu filho, Archie Harrison, se mudaram para uma propriedade palaciana em julho, após a estadia de meses na casa de Tyler Perry em Beverly Hills.