Nutróloga indica alimentos que ajudam a reduzir ansiedade na quarentena

Confira o cardápio elaborado pela especialista para o período de isolamento

por Miriam Kaibara 16 mai, 2020 10:00Tags
Spring Foods, SalmonGetty Images

O momento em que vivemos, em meio à pandemia do coronavírus, tem sido muito desafiador para o mundo. E em em períodos como esse é comum que algumas pessoas tenham maior nível de ansiedade. 

Segundo a nutróloga Dra. Esthela Lopes, "as taxas de cortisol, o hormônio do estresse, aumentam no organismo e os neurotransmissores que dão sensação de felicidade e bem-estar diminuem".

"Um estilo de vida com dieta rica em carboidratos simples e gorduras ruins, por exemplo, leva o corpo a um processo de inflamação crônica. Essa inflamação se torna capaz de alterar o funcionamento de hormônios que atuam na modulação do estresse, como o cortisol", explicou ela. 

A Dra. também falou sobre a vontade que temos de descontar nossos sentimentos na comida: "A compulsão geralmente acontece nesses momentos de tensão, já que comer compulsivamente libera grande quantidade de neurotransmissores como a Dopamina que, quando estimulada, nos dá uma sensação de bem-estar", disse ela.

leia também
Ideias para comemorar aniversário em casa durante quarentena

Pensando nisso, a especialista indica alguns alimentos que tem poder em nosso corpo e nas emoções nesse difícil momento. E mesmo que a tentação seja grande, um cardápio balanceado pode ajudar a conter o estresse e a ansiedade. 

Veja abaixo alguns alimentos que podem auxiliar o organismo no dia a dia:

Ovo:  Contém triptofano, aminoácido precursor da serotonina, que regula o humor e ajuda no sono.

Camomila: Possui propriedades relaxantes e anti-inflamatórias.

Chocolate: É fonte de flavanoides, que reduzem a neuroinflamação. O chocolate amargo por exemplo, tem magnésio que ajuda a reduzir sintomas de depressão.

Castanha-do-Pará: Rica em selênio, reduz a inflamação e melhora o humor.

leia também
William Bonner faz reflexão sobre mortes por coronavírus e comove web

E para manter o bom humor, a nutróloga criou um cardápio balanceado. "Lembrando que as quantidades são sempre avaliadas individualmente", alertou. Veja abaixo:

Café da manhã
Ovos mexidos + pão integral (cereais integrais possuem vitaminas do complexo B que ajudam a relaxar) + chá de camomila com alecrim (opte por chás relaxantes).

Almoço
Salmão (rico em ômega 3, que ajuda na ansiedade) + arroz integral + salada de vegetais verdes escuros (ricos em vitaminas que reduzem a inflamação e estresse)

Sobremesa
Chocolate amargo

Jantar
Sopa de abóbora anti-inflamatória: abóbora em cubos, cenoura, alho, açafrão, sal e manjericão em folhas.