Ariana Grande se defende da má fama de ser uma "diva" em entrevistas

Em entrevista a Zane Lowe na Apple Music, a cantora se defendeu das críticas e falou sobre distorção de seus comentários.

por Samantha Schnurr | Traduzido Por Sally Borges | 14 mai, 2020 17:36Tags
Recomendado para você: Ariana Grande se defende da má fama de ser uma "diva" em entrevistas

Ariana Grande, que lançou música com Justin Bieber, sempre rebate críticas. E em nova entrevista a Zane Lowe na Apple Music, Ariana se defendeu e negou o título de "diva".

A musa, que tem um novo amor pra chamar de seu, ainda se questionou sobre os homens serem tratados de maneira diferente pelo mesmo comportamento.

"Parei de fazer entrevistas por um tempo muito longo, porque sentia que sempre que eu chegava a uma posição em que alguém tentava dizer algo para caçar clique ou distorcia minhas palavras, eu me defendia", explicou ela.

"E então, as pessoas eram como, ‘Oh, ela é uma diva'. E eu fiquei tipo, ‘Isso não faz sentido'. Se eu tenho uma opinião artisticamente ou estou dirigindo alguma coisa, ou se tenho algo a dizer sobre uma escolha que está sendo feita com minha carreira, algo assim, sempre foi algo meio manipulado no passado e transformado nessa coisa negativa, enquanto não vejo isso com os homens".

leia também
Ariana Grande mostra o cabelo natural ao postar selfie

"É quando os homens expressam suas opiniões e se defendem ou estão dirigindo algo e fazendo anotações sobre algo, eles são ‘brilhantes' ou ‘geniais'... e não é a mesma coisa com as mulheres, do qual espero que trabalhemos para consertar".

"E é claro que nem sempre é esse o caso", continuou Ariana. "Nem sempre é assim. Mas isso meio que... Isso faz você querer se acalmar um pouco. Mas estou tentando também dizer, ‘Fod*-se isso'. Você sabe o que quero dizer? Estou cansada de ver mulheres silenciadas por isso".

A cantora refletiu sobre ter suas opiniões e comentários distorcidos e, com isso, ter a vontade de não expressá-los mais.

"Mas, definitivamente, ainda é proeminente. Mas, eu estou tentando apenas dizer ‘fod*-se e deixar de lado esse trauma. Porque eu tenho muito a dizer e gosto de conversar com as pessoas. Quero dar entrevistas e compartilhar com as pessoas, sem ter medo desse trauma", finalizou a artista.