Selena Gomez rebate críticas sobre sua vida amorosa

Cantora se abriu sobre relação complexa com a mídia em entrevista à Interview: "Minha intenção nunca foi parar nos tablóides"

por emily belfiore | Traduzido Por Miriam Kaibara | 13 abr, 2020 18:43Tags
Recomendado para você: Selena Gomez rebate críticas sobre sua vida amorosa

Selena Gomez, que lançou versão deluxe de Rare, se abriu em entrevista à Amy Schumer para a revista Interview. Além de estrelar editorial, Selena ainda rebateu críticas a sua vida amorosa cantada em nas novas músicas.

"Minha intenção nunca foi parar nos tablóides. Então quando as coisas meio que aconteceram dessa forma, tudo saiu do controle. E então eu pensei, 'Espera, nada disso é verdade'. A forma como a mídia às vezes tentou explicar as coisas me fez parecer muito má, quando na realidade não há nada de errado com o fato de que eu precisava partir ou que eu me apaixonei", disse ela. 

"Eu tive que começar a me abrir porque as pessoas estavam distorcendo minha narrativa e isso estava me matando. Sou tão jovem e vou continuar mudando, e ninguém tem o direito de me dizer como minha vida vai ser", continuou a estrela.

leia também
Selena Gomez lança versão deluxe do álbum Rare com três novas faixas

"O que me manteve à tona é que eu sei que eventualmente será outra pessoa—e eu não quero dizer de uma forma negativa. Às vezes foi ruim pra minha carreira, mas em outras vezes é tipo, 'Agora eu posso falar sobre coisas como minha depressão e ansiedade, coisas nas quais eu batalhei e que estou totalmente aberta, porque eu acredito em procurar ajuda", desabafou.  

Eli Russell Linnetz

E sobre o que a mantém com os pés no chão, Gomez disse que evita ler o que está sendo dito sobre ela. E o mesmo se aplica à música.

A estrela revelou se soube de alguma crítica sobre seu novo álbum e como isso a afeta: "Eu li algumas, especialmente porque eu não tinha lançado um álbum em 5 anos. Meu amigo me mandou algumas boas críticas e foi incrível, porque nem todos os meus álbuns foram recebidos dessa forma. Eu não fui além porque eu sei o que acontece comigo. Entrar em uma espiral da internet? Eu não posso fazer isso", admitiu ela. 

"Quando estou gravando um álbum, eu me sinto segura. Estou em uma bolha, trabalhando em coisas que eu tenho total controle. Ou se estou em um set, nós meio que estamos isolados juntos. Isso é o que eu definitivamente curto. E agora que foi lançado, eu acho que tem sido bem diferente"

Sel também contou que planeja se dedicar a projetos como seu documentário na Netflix, Living Undocumented

"Eu amo muito a música, mas há diferentes histórias que eu quero contar. Eu quero falar sobre coisas importantes. Eu quero que perguntas idiotas sobre coisas que ninguém se importa parem um dia. Me faça perguntas sobre coisas que importam", revelou a cantora.