O Poço

Reprodução/Netflix

ATENÇÃO: Contém spoiler!

 

Se tem um filme que está dando o que falar, esse é O Poço, dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia, em exibição na Netflix. Nos últimos dias, o longa espanhol não sai do primeiro lugar no ranking Brasil do streaming. 

Mas por que o filme chama tanta atenção do público? Primeiro porque a trama em si já causa espanto: o dia a dia em uma espécie de prisão vertical que possui um buraco no meio, onde é servido um banquete em uma plataforma, começando do 0º andar até o 333º. Para complicar mais ainda, os presos são trocados de andar a cada mês. 

O que entendemos ao longo da produção é que o intuito da trama é mostrar como o a solidariedade espontânea simplesmente não acontece naturalmente. Pois se cada dupla de cada andar comesse apenas o que lhes fosse necessário, os encarcerados dos últimos andares receberiam comida e não morreriam de fome, como é mostrado na história. 

Se você chegou até aqui com certeza deve estar com dúvidas sobre o desfecho do filme, né? Pensando nisso, decidimos reunir algumas teorias que surgiram na web sobre a produção. Confira abaixo:

A primeira teoria que circula entre os internautas é que o poço nada mais é do que uma hierarquia capitalista, onde os ricos representam as pessoas nos andares superiores e os pobres os que estão nos inferiores. Podemos ver que os que aparecem acima sempre ridicularizam os que estão embaixo, mostrando como é bizarra a distribuição de riquezas em nosso mundo real. 

Além disso, o longa passa a mensagem perfeita para o momento em que vivemos uma pandemia do coronavírus. Em tempos de quarentena, em que os que podem, estão se isolando em suas casas para evitar o contágio, segundo aconselha a Organização Mundial da Saúde, vemos exemplos de pessoas que não pensam no coletivo, e apenas olham para si mesmos. Uma demonstração na prática, são aqueles que acabaram com os estoques de papel higiênico no mercado de alguns países, não deixando um rolo sequer para o próximo cidadão, que está comprando apenas o necessário. Afinal, se as pessoas de mais posse comprarem quantidades grotescas de itens, como sabão e álcool em gel, alguém irá ficar sem o produto. Adivinhe qual camada da população irá sofrer com isso? 

Há outros que acreditam que o filme tenha um contexto religioso e o "poço" representaria o inferno. Com 333 andares e 2 pessoas em casa um, chegaríamos ao número 666, considerado o símbolo do demônio. Dessa forma, o andar 0 representaria o paraíso. Nas cenas em que a comida é preparada também percebemos um toque "divino" pelas cores e iluminação, e alguém parece observar os cozinheiros em ação. Indo mais fundo, Goreng é chamado de messias diversas vezes no longa, e no desfecho da trama, ele realmente é tido como o "salvador" ao se sacrificar pelo bem de todos.

E o que a menina encontrada no último andar pode significar? Após Goreng e Baharat (Emilio Buale) iniciarem seu plano de fazer com que todos em cada andar comam apenas o necessário, eles ficam chocados ao encontrarem uma menina no 333º andar, que Miharu (Alexandra Masangkay) tanto procurava. A garota seria a "mensagem" à Administração de que algo não estava certo no sistema do poço. A criança com toda sua pureza e inocência, no pior lugar daquela prisão, representaria a esperança de que algo pudesse mudar.

Outra questão que não quer calar é: qual o significado de Goreng permanecer no último andar e deixar que a garota suba na plataforma? Após toda sua jornada, o protagonista percebe que não há mais lugar para ele no mundo devido aos seus pecados. Afinal, entre suas ações está o assassinato de Trimagasi (Zorion Eguileor) com ajuda de Miharu, e ele também come a carne de Imoguiri (Antonia San Juan), após seu suicídio, para sobreviver nos níveis mais baixos. Para completar, ele e Baharat com certeza mataram um número considerável de pessoas que se negaram a dividir a comida, como proposto pelo plano da dupla. Dessa forma, ele termina o filme andando no sentido da escuridão ao lado do espírito de seu primeiro colega de cela. 

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.