Miley Cyrus, máscara

Instagram/@mileycyrus

A disseminação do coronavírus tem levado medo em todo o mundo. De origem chinesa, o coronavírus já infectou mais de 200 mil pessoas e vitimou, ao menos, oito mil, segundo dados desta quarta-feira, 18, da Organização Mundial de Saúde.

Devido a essa situação alarmante, diversos países, como Brasil e Estados Unidos, têm feito um período de isolamento, pedindo para que a população fique em suas casas e siga os cuidados básicos para não contrair ou transmitir o COVID-19.

No entanto, a rotina de alguns precisa ser mantida e, por esse motivo, máscaras antigripais e cirúrgicas começaram a aparecer com frequência pelas ruas. Só que a forma para se proteger da doença acabou recebendo um novo rumo.

Cara Delevingne, máscara

Instagram/@caradelevingne

Algumas famosas, como Miley Cyrus, começaram a investir em máscaras de proteção assinadas por grandes grifes de luxo, que há algum tempo já tinham essa peça em suas coleções, mas sem tanto destaque.


A Semana de Moda de Nova York iniciou a onda do acessório de isolamento em fevereiro, quando, por lá, ainda havia poucos casos confirmados. Atualmente, o país já soma 100 mortes por causa da doença.

A Chanel e Louis Vuitton foram algumas das grifes que levaram essas máscaras customizadas para as passarelas. Quem não se lembra, por exemplo, de Billie Eilish chegando com o acessório da Gucci no Grammy Awards 2020?

Se essa moda mórbida chegará a outros países, nós não sabemos. Mas o que não temos dúvidas é que devemos evitar o espalhamento do COVID-19 o mais rápido possível, para que, assim, a gente posso voltar à nossa rotina.

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.