Diego Alemão

Instagram/@diagogasques

Se tem um assunto que está dando o que falar no momento é a 20ª edição do Big Brother Brasil. Com uma mistura de influencers e pessoas anônimas, o BBB se torna um dos assuntos mais falados do Twitter diariamente. 

Com direito a casal dramático, brigas épicas, pedido de namoro, e até o temido Quarto Branco, o reality está batendo recordes de votação em seus Paredões.

Pensando nisso, decidimos relembrar quem foram os vencedores mais polêmicos do programa. Confira abaixo:

A mineira Paula von Sperling foi a vencedora mais recente, levando para casa R$1,5 milhão na 19ª edição do programa. Apesar da vitória, sua participação foi cercada de escândalos. Após sair da casa, a loira foi indiciada pela Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), por racismo e intolerância religiosa contra o brother, Rodrigo França. A sister disse que tinha medo do cientista social porque "ele tem contato com esse negócio de Oxum".

"Ele mexe com esses trecos aí. Ele fala o tempo todo desse negócio de Oxum deles lá, que ele conhece. Eu fico com medo disso tudo", disse ela.

Segundo a Veja, durante seu confinamento, Paula também chegou a chamar um cabelo encaracolado de "cabelo ruim" e ao relembrar de uma amiga que foi esfaqueada, ela revelou que se surpreendeu pelo criminoso que "era branquinho" e não um "faveladão", como ela tinha imaginado. 

Emily Araújo levou a melhor no Big Brother Brasil 17 e já chegou sendo polêmica ao entrar na casa com sua irmã gêmea Mayla

Outro fato que surpreendeu o público é que a mãe das duas faleceu logo antes do início do reality. Em conversa com Ieda, a sister perguntou se a mãe delas sofria de câncer. "Como ela estava com dor, levamos ao hospital e descobrimos que um dos pulmões dela não funcionava mais e o outro estava cheio de água", revelou Emily.

A sister também chegou a dizer que foi abandonada pelo namorado Kayke Almeida, logo após descobrir a doença da mãe, mas ele negou a acusação e alegou que Emily não queria ficar ao lado da mãe internada. "Essa pessoa que fez essa falsa declaração passou o Natal em minha casa, com a minha família, enquanto a mãe já estava internada em estado grave", disse ele.

Jean Wyllys, vencedor do BBB 5, fez história no reality! Ele foi o primeiro participante a se assumir homossexual e o primeiro a levar o prêmio de R$ 1 milhão. 

Em 2010 ele foi eleito Deputado Federal pelo PSOL e é um exemplo na luta pelos direitos e causas LGBTQ+. Atualmente ele é professor-pesquisador do Afro-latin American Research Intitute, do Hutchins Center, na Universidade de Harvard. 

Diego Gasques, conhecido como Alemão, é um vencedores mais lembrados do reality, e levou a melhor no BBB 7. O loiro, inclusive se tornou notícia nesta semana após surgir em vídeo trocando socos durante briga em boate

Durante o programa ele deu o que falar após dar em cima de Íris Stefanelli e Fani Pacheco ao mesmo tempo. E como resultado viveu um triângulo amoroso com as participantes.

Marcelo Dourado foi o vencedor do Big Brother 10 e deu o que falar por não ter papas na língua. Segundo jornal Extra, em 2010, a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, de Curitiba (PR), emitiu uma nota em repúdio ao lutador de jiu-jitsu.

Entre suas declarações, o atleta disse que, "homem hétero não pega AIDS". "Conversei com médicos sobre isso, homem transmite para outro homem, mas mulher não transmite", disse o brother. Ele também afirmou que se Angélica fosse homem "meteria a porrada nela". 

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.