Demi Lovato, que levantou rumores de romance com Machine Gun Kelly, abriu o coração sobre sua vida. Na madrugada desta quinta-feira, 5, Demi concedeu uma entrevista ao programa de Ellen DeGeneres e compartilhou uma mensagem pra lá de inspiradora após relembrar sua recaída e transtorno alimentar.

Faz um ano e meio desde que a cantora de Sorry Not Sorry foi hospitalizada com overdose. À Ellen, ela revelou que parece ter levado uma vida que não era a sua nos últimos seis anos.

"Minha vida, eu apenas senti, era tão – e eu odeio usar essa palavra – mas eu sentia que era controlada por tantas pessoas ao meu redor", disse a estrela. "Se eu estivesse no meu quarto à noite, eles tirariam o telefone do quarto para que eu não pudesse ligar para o serviço de quarto. Ou, se houvesse frutas no meu quarto, eles tirariam porque é açúcar extra. Não estamos falando de brownies, biscoitos, doces e outras coisas. Eram frutas".

Demi ainda revelou que sua antiga equipe verificavam seus extratos bancários para ver o que ela comprava no Starbucks. Além disso, a musa contou que comeu melancia com chantilly sem gordura por anos em vez de bolos de aniversário.

"Tornou-se tipo uma brincadeira, mas eu realmente queria bolo de aniversário", desabafou ela, que estava sóbria desde os 19 anos e, com o passar do tempo, ficou "muito, muito infeliz".

"Minha bulimia ficou muito ruim", explicou a cantora. "Pedi ajuda e não recebi a ajuda que eu precisava. Então, fiquei presa nessa posição infeliz. Aqui estou sóbria e pensando: ‘Tenho seis anos sóbrios, mas estou infeliz. Estou ainda mais infeliz do que quando eu estava bebendo. Por que estou sóbria?'".

A musa relembrou de ter procurado sua ex-equipe e ter ouvido que estava sendo "muito egoísta" e que "isso também estragaria as coisas" para eles.

"Meu problema principal foi o abandono do meu pai biológico quando criança", revelou Demi à apresentadora. "Ele era viciado, alcoólatra e tivemos que deixa-lo. Tenho lembranças vívidas dele indo embora. Então, quando eles foram embora, eles brincaram totalmente com esse medo e eu me senti completamente abandonada. Então, eu bebi".

Naquela noite, a estrela foi a uma festa, onde "havia outras coisas". Três meses depois, ela sofreu uma overdose e foi hospitalizada.

"Por fim, tomei a decisão que me levou até onde eu estou hoje", disse ela. "Foram minhas ações que me colocaram na posição em que estou. Eu acho importante que eu me sente aqui e diga a você em casa, você na plateia ou você aqui mesma que se você for passar por isso, você pode superar isso. Você pode chegar ao outro lado, estar instável, mas você vai estar 10 de 10. Não se esqueça disso. Contanto que você assuma a responsabilidade, poderá passar por ela e aprender a se amar da maneira que merece ser amado".

Demi, que agora está sóbria, continua a espalhar essa mensagem de amor próprio em seu novo single, I Love Me, que será lançada nesta sexta-feira, 6.

"Eu tive um momento neste sábado em que passei sozinha. Era uma noite de sábado e eu pensava: ‘Sabe, é uma noite de autocuidado'. Vou tomar um banho, fazer uma massagem. E eu só tive esse momento de felicidade depois de me cuidar exatamente onde estava, eu comecei a rir sozinha no meu quarto", disse a estrela, no início da entrevista. "A frase que ficava se repetindo na minha cabeça era: ‘Você é completamente inteira do seu jeito e, sem ninguém, sem substâncias, sem essa comida, o que seja. Você é boa, garota. E é isso que eu quero que todos saibam. É por isso que a música que eu vou lançar se chama ‘I Love Me'. Tipo, nós somos bons por nós mesmos. Não precisamos de um parceiro, não precisamos de substâncias. Nós somos bons".

E ela também não está mais com sua antiga equipe.

"Este ano, quando completei 27 anos, você sabe que tenho uma nova equipe, e Scooter Braun e minha gerente me deram o melhor bolo de aniversário", brincou Demi. "Passei com Ariana Grande, que é uma das minhas boas amigas. Tivemos o melhor aniversário. Só me lembro de chorar porque realmente estava comendo bolo com minha gerente, que não precisava nada de mim, que me amava do jeito que eu era e que apoiava minha jornada. Acho que, em algum momento, torna-se perigoso tentar controlar a comida de alguém quando ela se recupera de um distúrbio alimentar".

Depois de aparecer no programa de Ellen DeGeneres, a musa foi ao Instagram para agradecer à apresentadora por deixa-la contar sua experiência.

"Fiquei tão emocionada que chorei quando deixei o palco", disse a estrela na rede social. "Obrigada, Ellen, por me fornecer uma plataforma para falar minha verdade".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.