Ronaldinho Gaúcho é acusado de usar passaporte falso no Paraguai

O ex-jogador de futebol foi detido pela polícia do país com seu irmão, Assis Moreira

por Miriam Kaibara 05 mar, 2020 14:22Tags
Recomendado para você: Ronaldinho Gaúcho é acusado de usar passaporte falso no Paraguai

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis Moreira, estão detidos no Paraguai. Segundo o G1, Ronaldinho e Assis estão sendo investigados por suspeita de uso de passaporte e documentos de identificação paraguaios falsos.

Nessa quarta-feira, 4, os dois ficaram sob custódia no Hotel Resort Yacht y Golf Club Paraguayo, onde estavam hospedados, em Assunção. O ex-jogador da Seleção Brasileira de Futebol disse que estava no país para compromissos comerciais. 

Nesta quinta-feira, 5, o Ministério Público do Paraguai afirmou que os passaportes dos dois foram emitidos em janeiro deste ano para cidadãos paraguaios e de acordo com a ABC TV, os números dos documentos pertencem a duas mulheres uruguaias, que vivem em Assunção. 

Ainda segundo o G1, em coletiva, o procurador do caso, Frederico Delfino disse que Ronaldinho e seu irmão saíram do aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo, com documentação brasileira e teriam recebido os passaportes paraguaios "assim que deixaram o avião".

leia também
Ronaldinho Gaúcho vai se casar com suas duas noivas, diz colunista

Na suíte do ex-atleta, foram apreendidos passaportes paraguaios e carteiras de identidade, além dos celulares de Ronaldinho e do irmão. 

O ministro do Interior do Paraguai, Euclides Acevedo, confirmou ao GloboEsporte.com o uso de documentos falsos. "Eles disseram que foram enganados. Que chegaram ao Paraguai com a intenção de colaborar. Mas o concreto é: ingressaram no Paraguai com passaportes falsos", revelou ele. 

O veículo entrou em contato com o advogado do ex-jogador, Sérgio Queiroz, que disse: "Certamente trata-se de algum equívoco que será esclarecido", declarou ele.