Mayara Russi, estrela do Canal E!, abriu o jogo sobre um assunto, infelizmente, bastante ignorado pela sociedade: a gordofobia. Em entrevista exclusiva ao E! Online Brasil, Mayara, que brilhou na SPFW, falou sobre o preconceito.

Para quem não sabe, gordofobia é o nome dado à discriminação que as pessoas gordas sofrem na vida pessoal e profissional. Nossa musa relatou sua nada boa experiência desde a época da escola.

"Eu, desde criança, sempre gostei muito de fazer esporte, sempre fui uma criança e adolescente muito ativa", explicou ela. "Na escola, tinha aqueles aparelhos de peso e altura, e as pessoas só ficavam me esperando para ver o quanto eu pesava, a ‘menina mais gorda da sala'. Era muito humilhante. Quando eu sabia que tinha aula de Educação Física, eu nem ia".

Mayara passou a ser a última escolhida da turma, mas isso não a fez desistir das coisas que sempre gostou de fazer.

"As pessoas têm que parar de não dar oportunidade pra gente, porque a gente acaba desistindo, fica frustrado e deixa de fazer aquilo que gosta", disse ela.

A modelo, que sempre acompanhou o reality show global, também comentou a gordofobia que Babu tem sofrido no BBB 20 e ressaltou a importância dessa questão ser discutida na sociedade.

"Desde o começo ele vem sofrendo gordofobia, principalmente nas provas de resistência", explicou a musa. "Na primeira prova, ele e o Victor Hugo tiveram que formar uma dupla porque ninguém o escolheu. Ele sempre fica por último para ser escolhido. E todas as vezes que foi debatido na casa sobre o feminismo, sobre o lugar de fala, o Babu sempre escutou. E quando ele foi falar sobre gordofobia, ninguém escutou".

"A maioria das pessoas que estão assistindo não tem esse lugar de fala, não são gordas e não passam por essa situação", explicou a estrela. "Ou até mesmo acham que ‘mimimismo', o ‘mimimi' que as pessoas falam são coisas que outras pessoas deveriam prestar atenção, pelo menos escutar quem está falando aquilo, entender o que acontece e ter o tato de querer aprender, poder ajudar outras pessoas e não fazer mais isso".

Mayara, que se identifica com o posicionamento de Gizelly e Rafa Kalimann, ainda fez um alerta sobre o assunto.

"Nós fomos criados em uma sociedade gordofóbica, nós fomos ensinados que o corpo gordo é algo para ser rejeitado e isso não muda da noite para o dia. Se as pessoas não pararem para pensar, as coisas já começam a tomar um novo rumo", finalizou a musa.

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.