Harry pede para não ser chamado de príncipe em retorno ao Reino Unido

"Ele deixou claro que é para nós todos o chamarmos de 'Harry', disse a anfitriã Ayesha Hazarika, em evento nesta quarta-feira, 26.

por Elyse Dupre | Traduzido Por Miriam Kaibara | 26 fev, 2020 15:16Tags
Prince Harry, Tourism Summit Andrew Milligan-WPA Pool/Getty Images

Príncipe Harry, que sofreu para proteger Meghan Markle e o filho, está deixando seu passado real para trás. Nesta quarta-feira, 26, o príncipe pediu para ser chamado apenas de "Harry" durante o Travalyst Sustainable Tourism Summit em Edimburgo, na Escócia.

"Ele deixou claro para nós todos o chamarmos de 'Harry'", disse a anfitriã do evento Ayesha Hazarika, em vídeo postado pela correspondente real do The Daily Mail, Rebecca English. "Então, senhoras e senhores, por favor deem as boas-vindas, acaloradas e escocesas a Harry".

A decisão do ruivo pode não surpreender os fãs da realeza. Em janeiro, Harry e Meghan anunciaram seus planos de abandonar seus cargos reais e dividir suas vidas entre o Reino Unido e a América do Norte. Segundo o acordo feito, os dois não vão mais desempenhar tarefas que representem a Rainha Elizabeth. Além disso, eles também "não vão mais usar ativamente seus títulos de vossa majestade já que eles não trabalharão como membros da família a partir da primavera de 2020". 

leia também
Meghan Markle e príncipe Harry querem passar temporada em Los Angeles

Essa foi a primeira vez que Harry voltou ao Reino Unido desde que se mudou com Meghan e seu filho Archie Harrison para o Canadá.

Durante a cúpula, Harry também explicou sobre o Travalyst - uma nova iniciativa liderada pelo duque e fundada por Booking.com, Skyscanner, Tripys, Trip.com, TripAdvisor e Visa. Segundo o site, a organização pretende "transformar o futuro das viagens em um mais sustentável, que apóie e proteja destinos e comunidades locais nas próximas décadas".

Harry estreou a iniciativa em setembro de 2019. O lançamento ocorreu apenas algumas semanas depois que Harry e Meghan foram atacados por levar um jato particular para Nice, na França, apesar de falarem sobre proteger o planeta.

"Eu vim aqui através de um voo comercial", disse Harry no lançamento em Amsterdã. "Passo 99% da minha vida viajando pelo mundo em voos comerciais. Ocasionalmente, é preciso haver uma oportunidade baseada em uma circunstância única para garantir que minha família esteja segura e seja genuinamente simples assim. Mas, como eu disse em meu discurso, pra mim, é sobre equilíbrio".

Veja abaixo os momentos históricos de príncipe Harry e Meghan Markle: