Petrix Barbosa, eliminado do BBB 20 na última terça-feira, 4, está prestando contas após seus atos dentro no reality. Petrix deu depoimento à polícia nessa sexta-feira, 8, na Delegacia de Atendimento à Mulher, no Rio. 

A delegada Gisele do Espírito Santo, investiga os supostos casos de assédio que o ginasta cometeu contra Bianca Andrade e Flayslane e esclareceu que Petrix pode ser indiciado por importunação sexual. 

"Importunação sexual é quando o autor pratica, sem violência ou grave ameaça, gestos como apalpar os seios, nágedas, ou esfrega o corpo na vítima. Se houvesse violência ou grave ameaça seria estupro", explicou ela. 

É esperado que Bianca e Flayslane sejam ouvidas dentro da casa, em conversa no confessionário, segundo Juliana Emerique, diretora geral da DEAM, revelou ao site do Hugo Gloss. "Eu sempre falo, 'Vítima é vítima e não pode ser prejudicada'. Vamos fazer de tudo para que elas sejam ouvidas dentro do jogo". 

Na primeira festa dentro da casa, Petrix foi acusado de assédio após tocar nos seios de Bianca Andrade e balançá-la, enquanto ela estava visivelmente embrigada. O brother também foi acusado de dar uma "sarrada" em Boca Rosa. Após abraça-la, Petrix balança o corpo se esfregando na influencer. Flaylasne, que estava presente no momento, não gostou nada da situação e olhou torto para o ginasta.  

Como se não bastasse, em vídeo durante a primeira festa do líder, o ginasta aparece esfregando suas partes íntimas na cabeça de Flayslane, que estava sentada no chão. Os outros homens que estavam presentes assistindo a tudo, apenas dão risada, e Lucas diz: "O famosos quebra-nozes".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.