Jay-Z está esclarecendo porque ele e Beyoncé ficaram sentados durante o hino nacional dos Estados Unidos no Super Bowl, após os dois gerarem muita controvérsia online com o ato.

O rapper falou sobre a polêmica em uma sessão de perguntas e respostas na Universidade de Columbia. Jay Z – que coproduziu o show e é parceiro da NFL – negou que existia um contexto político no fato dele e Bey terem ficado sentados durante a performance de Demi Lovato (que cantou o hino).

"Se fosse isso, eu falaria para vocês: 'Sim, nós fizemos isso'. Eu acho que as pessoas sabem disso sobre mim".

Ele continuou: "O que aconteceu foi que, quando chegamos lá, nós nos sentamos e o show já ia começar. Minha esposa disse para mim: 'Eu conheço esse sentimento'. Ela estava super ansiosa porque já tinha se apresentado no Super Bowl antes. Eu não. Então quando chegamos lá entramos nesse 'modo artista'... estávamos somente assistindo. O microfone funcionou? Ele estava baixo demais?".

Jay disse que depois conversou com Bey sobre o quando eles estavam "orgulhosos" de Demi. "... Então meu telefone tocou. Eu atendi e me disseram: 'Você sabia que vocês não levantaram, né?'. Eu falei: 'O que?'".

O rapper também afirmou que ele não iria colocar a sua filha, Blue Ivy Carter, que estava com eles, "nessa posição".

Jay-Z, Blue Ivy

David J Phillip/AP/Shutterstock

No fim, Jay também comentou que não teve que fazer um protesto graças ao show de Jennifer Lopez e Shakira.

"Se você olhar para o palco e para os artistas que escolhemos – uma é colombiana (Shakira) e outra porto-riquenha (Jennifer Lopez) - isso já é o maior protesto".

Caso resolvido!

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.