Petrix Barbosa, que foi acusado de assédio dentro do BBB 20, foi eliminado nessa terça-feira, 4. Após ficar no paredão com Pyong, Hadson e Babu, Petrix disse adeus ao prêmio de R$ 1,5 milhão, com mais de 80% de rejeição. 

Em entrevista ao Mais Você nesta quarta-feira, 5, o ginasta se abriu sobre o "plano de sedução" de Hadson. "Jamais eu iria aceitar que fizessem isso. De jeito nenhum, jamais, never. Eu falei, 'Eu já não falo mais com o Hadson'. Tanto é que eu parei de falar com o Hadson ali", revelou ele. 

O atleta também disse que aproveitou o tempo fora da casa para ficar com as pessoas que ama. "Quis passar esse tempo com a minha família, com a minha namorada. Não peguei na minha carteira, nem no celular", contou ele.

O ex-brother se envolveu em várias polêmicas na casa e nessa segunda-feira, 3, foi anunciado que ele seria intimado pela polícia e deixaria o reality, casao não fosse eliminado após o paredão. 

De acordo com o Hugo Gloss, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, de Jacarepaguá, entregou uma intimação para ouvir o ginasta no departamento jurídico da TV Globo.

"Nenhum assédio será tolerado", ressaltou a delegada e diretora-geral das DEAMS, Juliana Emerique. O inquérito foi aberto na sexta-feira, 31.

Durante suas duas semanas no programa, Petrix foi acusado diversas vezes de assédio, como pegar indevidamente nos seios de Bianca Andrade e encostar as suas partes íntimas em Flayslane.

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.