Billie Eilish acha que Ariana Grande deveria ter vencido Álbum do Ano no Grammy 2020

Durante seu discurso de aceitação, a cantora se declarou para Ariana Grande e revelou o quanto ‘thank you, next’ a ajudou a superar “algumas merdas”.

por Mike Vulpo | Traduzido Por Sally Borges | 27 jan, 2020 13:45Tags
Recomendado para você: Billie Eilish acha que Ariana Grande deveria ter vencido Álbum do Ano no Grammy 2020

Billie Eilish foi a grande vencedora do Grammy 2020, que aconteceu no domingo, 26, em Los Angeles. Billie recebeu os seis prêmios dos quais foi indicada, mas de acordo com ela, Ariana Grande deveria ter levado um deles.

A dona de Bad Guy levou a categoria Álbum do Ano por seu When We All Fall Asleep, Where Do We Go?; e ao receber o gramofone no palco, ela disse:

"Por favor, sentem-se. Shhh! Posso apenas dizer que acho que Ariana Grande merece isso. ‘thank you, next' me fez superar algumas merdas e acho que merece mais do que qualquer coisa no mundo".

leia também
Billie Eilish se torna a pessoa mais jovem a cantar uma música tema do filme James Bond

Billie acrescentou: "Eu amo muito você. Não vou te fazer perder muito tempo, eu realmente não vou. Eu amo você. Obrigada por isso".

Quanto à reação de Ariana durante o discurso, as câmeras a flagraram mandando beijos da plateia para a vencedora e gritando "não, não, não".

ROBYN BECK/AFP via Getty Images

Finneas O'Connell, irmão de Billie, também subiu ao palco para receber o prêmio e expressou gratidão por todos aqueles que tornaram o álbum tão especial.

"Obrigado à Recording Academy. Obrigado novamente à nossa equipe, nossa família e às pessoas que nos apoiaram desde o início. Não criamos um álbum para criar um Grammy. Escrevemos um álbum sobre depressão, pensamentos suicidas, mudanças climáticas e ser o cara mau, o que quer que isso signifique. Nós estamos aqui em cima confusos e gratos".

Billie é a segunda artista a vencer as quatro principais categorias. O primeiro foi Christopher Cross, em 1981. Ela também se tornou a mais jovem a receber o prêmio de Álbum do Ano. Maravilhosa!