As frases mais honestas de Brad Pitt sobre sobriedade e vício

Veja o que o astro disse nos últimos anos sobre sua batalha contra o vício.

por Corinne Heller | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 25 jan, 2020 12:00Tags
Brad Pitt, 2020 Golden Globe Awards, WinnersPaul Drinkwater/NBC

Brad Pitt tem sido cada vez mais aberto sobre suas batalhas contra o vício!

Para quem não sabe, logo após o divórcio com Angelina Jolie ele entrou no Alcoólatras Anônimos e desde então ele vem falando sobre a sua sobriedade e as dificuldades da batalha contra o exagero no uso de álcool e maconha.

leia também
Os tapetes vermelhos mais icônicos de Jennifer Aniston e Brad Pitt

Por isso, fizemos uma galeria com tudo o que ele falou sobre o assunto nos últimos anos. Veja abaixo:

Créditos ao Bradley Cooper

"Eu fiquei sóbrio por causa desse cara", o ator disse sobre Bradley Cooper após o amigo dar para ele um prêmio no National Board of Review Annual Awards Gala 2020. "E todos os dias foram mais felizes desde então".

"Um refúgio"

Pitt discutiu o seu vício em álcool com Anthony Hopkins em dezembro de 2019 durante uma entrevista para a revista Interview. Ele disse: "Eu vi isso como um desserviço para mim mesmo, um refúgio".

Recuperação no AA

O New York Times divulgou em 2019 que o ator passou um ano e meio no Alcoólatras Anônimos após o divórcio com Angelina Jolie em 2016. Ele disse: "Eu levei as coisas o mais longe que pude, então eu parei de beber".

O veículo disse que o grupo só continha homens.

"Você vê todos esses hoemns sentados sendo abertos e honestos de um jeito que você nunca tinha visto", comentou ele. "Era um lugar seguro no qual havia pouco julgamento e... Foi um sentimento libertador expor o que é feio sobre você mesmo. Há muito valor nisso".

Parando com a maconha e o álcool

"Na época em que eu fumava bastante maconha, eu queria fumar um com Jack, Snoop e Willie", disse ele para a GQ Style em 2017. "Sabe, quando você é um maconheiro, você tem essas ideias bem idiotas".

Quando ele foi questionado se sentia falta de álcool, ele afirmou: "Nós temos uma adega de vinho. Eu gosto muito de vinho, mas eu derrubei tudo. Eu tenho que me afastar um pouco. De verdade, eu podia beber vodka com um russo. Eu era profissional. Eu era bom".

Ele adiciona: "Eu não quero mais viver assim", e afirma que substituiu o álcool com "suco de cranberry e água com gás". Ele brincou: "Eu tenho a urina mais limpa de Los Angeles, eu posso te garantir!".

"Fugindo dos sentimentos"

"Eu não consigo lembrar de um dia desde que eu sai da faculdade que eu não estava bebendo ou tinha um baseado ou algo assim", disse ele para a GQ Style em 2017, meses após Angelina Jolie, com quem ele tem seis filhos, iniciar o divócio. "Eu estava fugindo dos meus sentimentos. Eu realmente estou feliz de parar com tudo. Eu parei com tudo, menos com bebida, quando comecei uma família".

"Mas até no ano passado tinha coisas que eu não estava lidando. Eu estava bebendo muito. Se tornou um problema", ele adicionou. "E eu estou muito feliz que já se passaram seis meses, mas eu tenho o controle dos meus sentimentos de volta. Eu acho que isso é parte do desafio humano: Ou você nega as suas perguntas, ou você responde elas e evolui".

Saindo da faculdade

O ator disse para a Esquire em 2013 que ele saiu da faculdade por causa das drogas. Ele usava muita maconha nos anos 90.

"Eu estou há dois créditos de me formar. Dois créditos", disse ele. "Tudo o que eu tive que fazer é escrever em um papel. Que cara é esse? Ele me assusta - o cara que sempre deixa pouco no prato. Por muito tempo, eu usei muitas drogas. Eu era meio que um vagabundo. Um cara que foi levado pela vida e queria ver as coisas, se sentir inspirado. Eu segui outro caminho. Eu passei anos me f******. Mas então eu senti que eu estava perdendo minhas oportunidades. Foi uma mudança consciente".

Superando o vício em maconha

"Eu fiquei muito cansado de mim mesmo no fim dos anos 90: Eu estava me escondendo por ser uma celebridade; eu estava fumando muito. Eu ficava sentado no sofá, me transformando em uma rosquinha; e então eu me irritei demais", disse o ator para o Hollywood Reporter em 2012. "Eu pensei: 'Qual é o ponto disso? Eu quero mais".

Ele disse que após uma viagem para Casablanca, Morocco, no meio dos anos 90, no qual ele viu muita pobreza e crianças doentes, ele "simplesmente parou". "Eu praticamente parei de usar maconha naquela época e decidi sair do sofá".

"Se escondendo"

"Eu passei os anos 90 tentando me esconder, tentando fugir de toda essa coisa de ser uma celebridade", disse ele para a revista Parade em 2011. "Eu comecei a ficar cansado de ficar sentado em um sofá, segurando um beck, me escondendo. Comecou a parecer patético. Ficou muito claro para mim que eu procurava interpretar um personagem com uma vida interessante, mas não procurava uma vida interessante para mim mesmo. Eu acho que o casamento [com Jennifer Aniston] teve algo a ver com isso. Tentar fingir que o casamento era algo que ele não era".

Motivo para parar com a maconha

O ator disse no Real Time With Bill Maher, em 2009, que ele parou de fumar quando teve seus filhos. Ele e sua ex-esposa, Angelina Jolie, são pais de seis. Ele disse: "Eu sou pai agora. Quero ficar alerta".