Rainha Elizabeth se pronuncia após saída de Meghan e Harry da realeza

Segundo diversos veículos, a Rainha fez uma reunião no Sandingham Summit nesta segunda-feira, 13, para descobrir os próximos passos do casal

por Elyse Dupre | Traduzido Por Miriam Kaibara | 13 jan, 2020 17:57Tags
Recomendado para você: Rainha Elizabeth se pronuncia após saída de Meghan e Harry da realeza

Rainha Elizabeth se pronunciou sobre decisão de Meghan Markle e Príncipe Harry de renunciarem seus cargos reais. Nesta segunda-feira, 13, Elizabeth se reuniu com Harry para discutir o futuro do casal e divulgou um comunicado oficial. 

"Hoje minha família teve discussões muito construtivas sobre o futuro de meu neto e sua família. Minha família e eu somos totalmente solidários ao desejo de Harry e Meghan de criar uma nova vida como uma jovem família. Apesar de que nós teríamos preferido que eles continuassem trabalhando como membros da Família Real em tempo integral, nós respeitamos e entendemos o desejo deles de ter uma vida mais independente como família enquanto permanecem uma parte valiosa da minha família", disse  a Sua Majestade.

A rainha disse que "Harry e Meghan deixaram claro que não querem depender de fundos públicos em suas novas vidas".

"Portanto, foi acordado que haverá um período de transição em que os Sussexes passarão algum tempo no Canadá e no Reino Unido", continuou ela. "Esses são assuntos complexos para minha família resolver, e há mais trabalho a ser feito, mas solicitei que as decisões finais fossem tomadas nos próximos dias".

leia também
Rainha Elizabeth faz reunião para encontrar papel viável para Harry e Meghan

O anúncio surgiu logo após a notícia de que a Rainha faria uma reunião com os membros seniores da Família Real. 

A correspondente real do Daily Mail, Rebecca English, twittou que "acredita-se que Harry tenha chegado às 11h20", horário local. Ela também escreveu que o príncipe William, que teria "se hospedado no Anmer Hall nas proximidades, chegou por uma entrada lateral às 13:45".

Segundo a BBC, a reunião foi apelidada de "Sandringham Summit". Enquanto a agência de notícias afirmou que Harry, William, rainha Elizabeth II e príncipe Charles iriam comparecer, ele também informou que Meghan "deve se juntar à conversa do Canadá por telefone".

Na semana passada, vários veículos relataram que Sua Majestade havia pedido às equipes das Famílias Reais que apresentassem "soluções viáveis" para Harry e Meghan dentro de dias, não semanas.

Na última semana, o casal deu a notícia chocantes de sua saída da realeza através de post no Instagram. 

"Após muitos meses de reflexão e discussões internas, nós decidimos fazer uma transição neste ano começando a esculpir um progressivo novo papel nessa instituição. Nós pretendemos abandonar os cargos de membros 'seniores' da Família Real e trabalhar para nos tornarmos financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente sua Majestade, a Rainha", dizia o comunicado.

"É com seu incentivo, principalmente nos últimos anos, que nos sentimos preparados para fazer esse ajuste. Agora, planejamos equilibrar nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, continuando a honrar nosso dever com a rainha, a Commonwealth, e nossos papéis como patronos", continuou a declaração do duque e da duquesa de Sussex.

"Esse equilíbrio geográfico nos permitirá criar nosso filho com a tradição real em que ele nasceu, além de proporcionar à nossa família o espaço para se concentrar no próximo capítulo, incluindo o lançamento de nossa nova entidade beneficente".

O casal concluiu sua declaração: "Até então, aceite nossos mais profundos agradecimentos por seu apoio contínuo".

 

Veja abaixo os momentos históricos do príncipe Harry e Meghan Markle: