Cuba Gooding Jr. está enfrentando mais acusações de assédio sexual.

Em um novo processo, que foi feito no dia 18 de novembro e obtido pelo E! News, há acusações de sete mulheres diferentes que afirmam que o astro as tocou, agarrou e beijo sem o consentimento delas. De acordo com os documentos, os promotores pediram ao tribunal que permita que as alegações sejam usadas no julgamento já em andamento (que também é de assédio) para servir como prova da intenção de Gooding. As novas acusações inclui uma mulher que disse que ele a levou para um show em 2009. Lá, ele começou a beijar ela sem seu consentimento em um corredor afastado. Após ela empurrar ele e dizer não, ele colocou as mãos em seu bumbum e foi direcionando elas para a virilha, colocando o dedo em seu ânus. De acordo com os documentos, ele só soltou ela quando a mulher mordeu a bochecha dele.

Em outro relato, Gooding foi acusado de colocar a mão dentro da calça de uma mulher e agarrar o bumbum dela sem seu consentimento, em 2011. Ele também colocou as mãos na vagina de outra mulher sem seu consentimento duas vezes em Malibu, em 2016.

"Cuba Gooding Jr. continua a negar todas essas acusações", disse o advogado dele, Mark Heller, para o E! News. "Infelizmente, as pessoas se dão o trabalho de fazer falsas acusações contra Cuba, como sempre acontece com várias celebridades".

O juiz vai decidir em janeiro se as acusações vão poder ser levadas em consideração para o caso já existente contra o astro.

Em outubro, Gooding foi acusado por três mulheres de tocá-las à força em 2018 e 2019. No fim, Gooding foi inocentado

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.