A Internet acha que Meghan Markle escreve as próprias legendas no Instagram

A Duquesa de Sussex pode ser a responsável pelos textos da conta oficial dela e do Príncipe Harry na rede social. Confira!

por Jess Cohen | Traduzido Por Sally Borges | 02 dez, 2019 18:42Tags
Recomendado para você: A Internet acha que Meghan Markle escreve as legendas no Instagram

Meghan Markle é uma mulher com muitos deveres! Além de cumprir a agenda real e cuidar do primogênito, Meghan está muito envolvida na administração da conta dela e do Príncipe Harry no Instagram.

Para muitas figuras públicas, as redes sociais necessitam ser comandadas por uma equipe digital, mas os fãs estão convencidos de que a Duquesa de Sussex escreve as próprias legendas.

Isso mesmo: enquanto certas legendas são assinadas por Meghan e Harry, outras não recebem a assinatura, podendo ser algo mais pessoal.

leia também
Relacionamento de Meghan Markle e Kate Middleton parece mais complicado do que nunca

No domingo, 1, o Instagram do casal anunciou 12 organizações que eles seguirão na rede social no mês de dezembro.

"Com a temporada de férias chegando, também é um lembrete para refletir sobre os necessitados – aqueles que podem se sentir solitários, famintos, desabrigados ou podem estar passando pelas festas pela primeira vez sem os entes queridos", informou um post. "É uma época importante do ano para ajudar aqueles ao seu redor que têm menos sorte ou que gostariam até do menor ato de bondade".

Depois de ler o post, os internautas notaram que o termo "temporada de férias" é usado normalmente nos Estados Unidos, teorizando que esse é o sinal de que Meghan, nascida e criada na Califórnia, pode estar escrevendo as próprias mensagens no Instagram.

"Na Europa dizemos ‘Natal' e não ‘Férias'!", ressaltou um usuário. "Sinto muito, mas isso se chama ‘Natal' e não ‘Temporada de Férias'".

Os internautas têm notado várias outras coisas na rede social, como a ortografia e o estilo das palavras usadas.

O fato de terem usado a palavra re-energized e não re-energised, do qual é mais usado pelos britânicos, por exemplo, é um deles.