Gugu Liberato está sendo velado nesta quinta-feira, 28, na Assembleia Legislativa do Estados de São Paulo. Familiares, amigos e personalidades famosas se reuniram para dizer o último adeus a Gugu

O avião que transportou Gugu pousou pontualmente às 6h no aeroporto de Viracopos, em Campinas, e também trouxe os familiares do apresentador. O velório teve início às 10h30, mas desde às 7h o público fazia fila do lado de fora da ALESP. 

Emocionado, o filho mais velho de Gugu, João Augusto, ajudou a trazer o caixão para dentro do local. Em imagens da Rede Record, que cobre o velório, o primogênito do ídolo da TV, surge chorando muito ao receber as condolências da família e amigos. Em seguida, as gêmeas Marina e Sofia também chegaram ao local. Rose Miriam, esposa de Gugu, estava bem abalada na chegada do velório, assim como a mãe do apresentador, Dona Maria do Céu, de 90 anos, que surgiu em uma cadeira de rodas.  

Diversos famosos, que tiveram suas carreiras marcadas pelo ídolo da TV brasileira, também compareceram ao velório para se despedir do apresentador e falaram com a imprensa. 

Leandro, do KLB, chegou ao lado da esposa, Natália Guimarães"Ele tem uma história gigante com o KLB, desde o primeiro dia profissional. A gente se sente muito abalado e muito solidário a esta família, que está em sofrimento gigantesco. Há um ano, eu velei o meu pai neste mesmo lugar, então estão sendo anos muito difíceis. Mas temos que crer que existe algo depois, não pode simplesmente acabar. Este legado dele vai continuar e eu tenho certeza que este carinho da população inteira que está ali fora, que vai chegar aqui, vai fortalecer essa família, que está precisando tanto de carinho".

Mara Maravilha também se emocionou muito. "É uma luz eterna, que não vai se apagar. Temos que lembrar dele com doçura. Sempre que eu encontrava ele eu cantava aquela música, 'docinho, docinho'. Ele era uma pessoa que gostava de abraçar", disse ela.

Comandante Hamilton, que trabalhou há anos com Gugu, trazendo notícias direto do helicoptero, também prestou sua homenagem. "É difícil, muito difícil, não dá para acreditar. Mas eu tenho que lembrar dos bons momentos. Eu existo em um helicóptero na televisão no Brasil porque o Gugu me deu a oportunidade".

Luiz Bacci também elogiou o amigo. "Ele sempre foi um amante da natureza. No dia em que ele partiu, uma luz muito forte brilhou. Ontem, na decolagem, foi um anoitecer em Orlando com luzes que deixavam o céu muito bonito. Hoje, São Paulo chora na despedida deste grande artista. Mas sempre vamos lembrar dele com muita alegria no coração e com muita saudade".

Anna Hickmann, colega de emissora de Gugu, revelou: "Era um cara extreordinário. Foi um cara tão generoso comigo. A primeira entrevista que fiz com ele, em que ele me permitiu entrar na casa dele, ele foi tão maravilhoso que essa generosidade me marcou."

Celso Portiolli chegou amparado ao local muito emocionado e disse: "Ele me inspirou a chegar lá".

Liminha, que foi assistente de palco de Gugu por anos, não segurou as lágrimas. "Está sendo muito difícil, mesmo. A gente não consegue acreditar que isso é verdade. A ficha está começando a cair agora. A gente nunca acha que vai acontecer, mas a verdade é que aconteceu. Estou muito triste, de coração".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.