James Charles está abrindo o seu coração!

O youtuber de 20 anos teve um ano complicado. Ele teve uma briga bem pública com a sua amiga (que também é youtuber), Tati Westbrook. Agora, em uma entrevista para a revista Paper, ele afirma que o escândalo que chocou toda a comunidade de beleza na época ainda o afeta.

"Eu não estou no lugar que eu quero estar mentalmente", disse ele. "O que é mais difícil de engolir é que fazem seis meses desde que tudo aconteceu. Eu achei que agora eu já estaria ótimo, mas esse não é o caso".

Para quem não lembra o que aconteceu, em maio Tati publicou um vídeo de 43 minutos no Youtube sobre James.

Ela disse que estava se sentindo machucada e "traída" por ele após o jovem promover uma marca que era concorrente da dela. Além disso, ela afirmou que ele tentou "coagir" um garçom a ficar com ele enquanto os dois estavam em um restaurante.

"Você tá usando a sua fama, seu poder, seu dinheiro, para brincar com as emoções das pessoas", disse Tati em na gravação. "Você está ameaçando acabar com elas. Você está ameaçando envergonhar elas, e você faz isso para que elas se comportem de forma sexual com você, mesmo que sejam héteros".

Ela também disse que James estava dando informações para canais de fofoca no Youtube para favorecer o seu lado. "Você vende mais do que eu, mas você jogou fora a nossa amizade. Você mentiu para mim, inventou uma história que sabia que ia ser constrangedora pra mim", dividiu ela. "Nossa relação não é transacional. Eu nunca te pedi nada de volta".

Apesar de James já ter lançado um vídeo discutindo as acusações de Tati, ele disse para a Paper que o que ela disse sobre o comportamento "predatório" dele foi muito "nojento".

James Charles, PAPER Magazine

Jeiroh Yanga for PAPER Magazine

"Essa acusação implica que todos os homens gays são predatórios, o que é nojento, não é verdade e é algo bem perigoso de se falar", disse ele. "A situação toda foi assustadora para a comunidade LGBT e pinta uma imagem bem ruim dos homens gays".

"A verdade é que a 'ficada' foi totalmente consensual", afirmou ele. "[A pessoa] me disse que é bissexual e depois ela disse isso para o mundo também. Não tem nada de errado com isso".

Na verdade, o youtuber disse que toma muito cuidado com quem sai, por não saber as "reais intenções da pessoa".

"Eu fiquei muito bom em ver essas coisas de cara. Você nunca sabe quais são as reais intenções da pessoa", disse ele. "Com o meu trabalho há tantos privilégios que muitas pessoas enxergam como uma oportunidade para ganharem fama, dinheiro, seguidores, atenção ou para me derrubarem com eles, o que já tentaram no passado".

Ele adicionou: "Eu sou cuidadoso... e solitário".

Apesar do drama, James sabe que é "privilegiado" e tem sorte de estar na posição que está. "O privilégio é real", dividiu ele. "Eu sou grato de ter uma plataforma e um trabalho nos quais eu posso me apoiar".

Ainda mais importante, o jovem de 20 anos espera que possa ser um exemplo para os seus seguidores.

"Eu quero ter certeza de que meus fãs estão admirando uma pessoa que faz boas escolhas, e está aprendendo com os erros", concluiu ele.

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.