Aaron Carter, que foi acusado de matar a esposa grávida do irmão, passa por momento difícil. Aaron foi hospitalizado na Flórida, em meio a seu drama pessoal. 

O cantor pop de 31 anos postou em sua página do Instagram nesta quinta-feira, 14, uma foto de si mesmo deitado em uma cama de hospital. Aaron adicionou a localização da foto no Ascension Sacred Heart Emerald Coast, um centro médico em Destin, na Flórida.

"Mamãe vai cuidar de mim", escreveu o cantor, que vive no sul da Califórnia.

O E! News soube que Aaron está exausto com uma agenda agitada e precisa descansar por alguns dias. Horas antes, Aaron postou uma foto tocando no palco e escreveu: "Ser você mesmo em um mundo que está constantemente tentando fazer de você uma outra coisa é a maior conquista. Minha mãe está de volta. #Empresária".

Sua mãe, June Carter, inicialmente administrou as carreiras musicais dele e do irmão Nick Carter.

"Eu estou no comando de suas redes sociais do meu filho até que ele se recupere... -mamma jane", dizia um tweet publicado na página de Aaron.

Aaron postou recentemente no Instagram Live um vídeo dirigindo pela Flórida à noite com sua mãe e vários pugs, incluindo filhotes. Apesar do bom humor, ele disse que teve um dia estressante e expressou preocupação com sua saúde física, dizendo que pesa "5 quilos" e que sua mãe planeja alimentá-lo com três refeições por dia. "Finalmente posso dormir à noite e me sentir confortável", acrescentou ele.

A certa altura, ele manda sua mãe parar no McDonald's e pede dois cheeseburgers, um Big Mac sem picles, uma Coca-Cola e uma M&M McFlurry.

Algumas horas antes de compartilhar sua foto no hospital, ele escreveu no Stories: "Estou tão cansado de mulheres fazendo eu perder meu tempo. Mereço mais".

Meses atrás, Aaron e Lina Valentina terminaram depois de namorarem por um ano. A separação foi feia e o cantor logo obteve uma ordem de restrição parcial contra seu ex, que ele alegou tê-lo "agredido fisicamente" em "várias" ocasiões.

Aaron Carter, Hospital, Instagram

Instagram / Aaron Carter

Nos últimos meses, Aaron contou na TV sobre suas batalhas de saúde mental, dizendo que sofre de transtorno de personalidade múltipla, esquizofrenia, ansiedade e depressão maníaca.

O cantor, que luta contra o abuso de substâncias há anos, também tem brigado recentemente com sua irmã gêmea Angel Carter e Nick, que em setembro entraram com uma ordem de restrição contra ele, alegando que Aaron havia dito que ele pensou em matar sua esposa, que estava grávida. Aaron mais tarde acusou Nick e sua falecida irmã Leslie Carter de abuso.

 

Aaron Carter, Instagram Live

Instagram / Aaron Carter

Aaron, sua mãe e seus irmãos apareceram juntos no mês passado no Marriage Boot Camp: WE Edition, da tv WE.

O cantor discutiu a culpa que sente pelas mortes de Leslie, que morreu aos 25 anos, em 2012, após sofrer uma overdose de medicamentos prescritos, e do pai Bob Carter, que faleceu aos 65 anos, em 2017.

"Eu senti como se tivesse sido responsável pela morte da minha irmã, pela morte do meu pai, pela minha família desmoronando", disse Aaron chorando.

"Acho que essa é uma das coisas que mais machuca Aaron, ele estava tão ocupado com a própria vida que não estava lá, e acho que ele queria estar lá por eles", disse Jane. "Em seu coração, ele sente que poderia ter feito algo mais."

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.