Marca brasileira cria coleção usando DNA de mulheres

Não é feitiçaria é tecnologia!

por Fernanda Basso 05 nov, 2019 11:00Tags
AmaroInstagram @amaro

Já imaginou criar uma coleção de roupas a partir do mapeamento do DNA de mulheres brasileiras? A Amaro não só pensou, como fez, e nesta segunda-feira, 04, anunciou o lançamento de 57 peças, que custam entre R$ 100 e R$ 300, e valoriza as características individais de diferentes perfis femininos.

Com ajuda de um laboratório de genética, a marca convidou 19 mulheres, entre elas influenciadoras, de várias regiões do país, a participarem do projeto. Após coletarem suas salivas, foi feita a análise de mais de 700 mil regiões de DNA pelo método Single Nucleotide Polymorphism.

leia também
Kim Kardashian anuncia novo nome de sua marca de modeladores

Informações como formas de lidar com estresse, preferências diurnas e noturnas, habilidades matemáticas e níveis de impulsividade foram obtidas. Após um brainstorm entre estilistas, geneticista e designer de estampas, a coleção foi criada combinando os dados genéticos com cores, tecidos, fluidez, estampas e modelagens.

Por exemplo, a característica de impulsividade média foi traduzida em uma estampa marcante, modelagens leves e tecidos confortáveis, priorizando conforto.