Robert Pattinson já admitiu que existe uma recorrência em seus filmes: uma cena de masturbação. E em O Farol, não foi diferente. Em entrevista para o New York Times, no entanto, Robert  não parece se incomodar de falar sobre o assunto.

"É sempre bom fazer algo massivo para sua cena de abertura e eu fui bem intenso na primeira cena. Foi um pouco diferente do que fiz nos ensaios e eu podia ver Robert (Robert Eggers, diretor) um pouco chocado. Mas eu pensei, ‘Ok, legal, ninguém me mandou parar, então eu continuarei nesta direção'. Assim que eu terminei aquilo, foi tipo a pavimentação da estrada".

Em entevista recente para a Variety, Robert disse: "Eu continuo me masturbando. Nos meus últimos três ou quatro filmes, eu tive uma cena de masturbação. Eu fiz em High Life. Eu fiz em Damsel e eu fiz em The Devil All the Time. Eu só percebi isso quando fiz pela quarta vez".

 

Em O Farol, filme de terror/suspense que será lançado em breve, o ator interpreta Ephraim Winslow, um substituto do ajudante de Thomas Wake (Willem Dafoe), responsável pelo farol de uma ilha isolada. No entanto, Ephraim não pode entrar no farol e enquanto coisas estranhas acontecem, ele fica mais e mais obcecado por saber o que acontece lá dentro.

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.