Laura Neiva revela usar canabidiol para tratamento da epilepsia

Atriz, que está grávida de seu primeiro filho com Chay Suede, falou sobre a doença em entrevista

por Miriam Kaibara 30 set, 2019 14:56Tags
Recomendado para você: Laura Neiva revela usar canabidiol para tratamento de epilepsia

Laura Neiva, que espera primeiro filho de Chay Suede, revelou sofrer de epilepsia. Em entrevista a Marie Claire, Laura contou que usa canabidiol como forma de tratamento. 

"Descobri que sou epilética há sete anos. Estava com o meu ex-namorado [Felipe Solari] em casa e tive uma convulsão. Ele me levou para o hospital e fui diagnosticada como epilética congênita", revelou ela. 

Além das convulsões, a atriz e modelo também sofre de lapsos de consciência que podem durar de 5 a 30 segundos e fatores como crises emocionais e falta de noites bem dormidas são gatilhos.  

"Tenho desde pequena, mas não sabia explicar para minha mãe o que era. Só depois que tive a primeira convulsão que liguei os pontos. Tive pouquíssimas convulsões durante a gravidez, mas crises de ausência tenho toda semana, enquanto não grávida tinha uma vez por mês", disse a estrela.

leia também
Laura Neiva publica foto com mãozinha de sua filha com Chay Suede

Fora a medicação que toma desde que foi diagnosticada, Laura adiconou canabidiol, planta que dá origem à maconha, ao tratamento por indicação de seu padrasto.

"Para saber os reais efeitos do CBD, teria que parar de tomar meu remédio e não o fiz. Conversei com meu médico e ele achou melhor continuar tudo igual durante a gravidez", disse ela, que planeja fazer o tratamento com a substância e tentar novos remédios após a amamentação. 

A estrela também contou que um de seus cachorros também sofre de epilepsia e melhorou muito após uso do canabidiol. "Ele também tem outros problemas neurológicos e vivia praticamente em estado vegetativo. Decidimos tratá-lo com CBD e, desde então, passou a latir, pedir carinho, tem mais fome, brinca... Foi incrível"

leia também
Laura Neiva exibe barriga de grávida em desfile da Chanel

E sobre a primeira gestação, Laura admite que leva um tempo para criar uma conexão com o bebê. 

"Acho divertido ter um bebê se mexendo dentro de mim. Sei que vou amá-la, não tenho a menor dúvida, mas ainda não posso dizer, 'Amo minha filha', é uma construção do dia a dia. Tem gente que tem essa sensação de criar laços logo no início. Para mim, acho engraçado e prazeroso o momento. Estou curtindo cada dia, cada avanço", contou ela.

A atriz também revelou que os sintomas dos primeiros meses de gravidez foram bem chatos: "Não vou chamar de difícil porque, ouvindo os relatos de outras grávidas, não tenho coragem. Mas é muito chato você ter enjoo e vomitar todo dia, ficar com azia e sentir sono o dia inteiro, estar mal-humorada".