Há algumas semanas, Sasha Meneghel foi para a África participar de uma viagem missionária com amigos e foi alvo de acusações de que teria ido ao local ensinar crianças angolanas sobre a moda africana. Na época, a modelo não comentou o assunto, mas em entrevista para a Vogue, Sasha explicou a polêmicia.

"Naquele momento não quis ter que ficar me justificando e fiquei quieta, porque sei qual é a minha verdade, mas acho que esse assunto é muito sensível e é muito feio deixar passar em branco. Nunca faria algo assim na minha vida. Conversamos sobre moda, mas não a moda da cultura deles.Tenho plena noção que não tenho nem autoridade e nem autonomia para isso", contou.

Sasha ainda explicou melhor qual era seu papel com as crianças do local: "Diariamente, nos dividíamos em grupos para criar atividades divertidas e compartilhar experiências com as pessoas de lá. Em determinado momento, falamos de moda e ensinamos o básico do básico da costura para eles. A intenção foi mostrar que existem diferentes oportunidades e que é possível seguir outros caminhos na vida, além de apenas casar e ter filhos cedo, como muitas mulheres de lá ainda acham".

No entanto, a polêmica não afetou a lição que ela aprendeu com a viagem: "Fomos lá para dar amor e acabamos recebendo muito mais. Ver a fé dessas crianças foi o que mais me tocou, me ensinou muito sobre a minha própria fé. Foi inspirador ver como elas são felizes com pouco e a troco de nada".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.