Os fãs de Taylor Swift foram à loucura! O motivo? Taylor, que vai se apresentar no MTV VMA 2019, é a capa da edição de setembro, a mais especial do ano, da Vogue norte-americana. Amamos!

Em sua entrevista, a cantora foi franca em diversos assuntos pessoais, desde o drama com Scooter Braun, passando pelo tratamento de câncer de sua mãe e seu caso de abuso sexual, até a sua reconciliação com Katy Perry.

Ela também abriu o jogo e contou detalhes sobre o seu novo álbum, Lover. Leia abaixo as 7 maiores revelações da entrevista da loira:

1. Sua importante conversa com Todrick Hall – Em sua nova música You Need to Calm Down, Taylor orgulhosamente mostra seu apoio à comunidade LGBTQ. No entanto, ela percebeu que alguns de seus fãs não sabiam a sua posição sobre o assunto, até ter uma conversa com Todrick Hall. Em entrevista ao seu canal do YouTube, ele perguntou para a musa: "O que você faria se seu filho fosse gay?".

"O fato de ele ter me perguntado... me chocou e me fez perceber que eu não havia deixado a minha posição suficientemente clara ou alta o suficiente", disse ela à revista. "Se meu filho fosse gay, ele seria gay. Eu não entendo a pergunta".

"Se ele estava pensando nisso, nem imagino o que meus fãs da comunidade LGBTQ possam estar pensando. Foi meio devastador perceber que eu não tinha sido publicamente clara sobre isso", acrescentou a loira.

No entanto, os swifties sabem muito bem a opinião dela agora.

2. A compra do seu catálogo de músicas – Recentemente, a Ithaca Holdings LLC, empresa de Scooter Braun, adquiriu sua antiga gravadora, a Big Machine Label Group. Em um post no Tumblr, Taylor veio à tona e disse que estava "triste e aborrecida" com a venda do seu catálogo de músicas. Ela também acusou Braun de "bullying manipulador e incessante".

Quando questionada se ela tentou obter o catálogo, Taylor deu sua resposta. "Ou investia no meu passado ou no meu futuro e no de outros artistas", explicou a musa, ressaltando o seu acordo com a Universal Music. "E eu escolhi o futuro".

3. Seu caso de abuso sexual – Em 2017, a loira acusou David Mueller de apalpá-la por debaixo de sua saia em uma sessão de fotos. O DJ de rádio negou a acusação e a processou em U$ 3 milhões. Ela pediu apenas U$ 1 e ganhou o caso.

Quanto ao 1 dólar, Taylor disse que ela foi paga com uma moeda de Sacagawea, que o seu advogado possui até hoje.

"Ele estava me perseguindo, insinuando que eu era hipócrita e decidida a falar sobre feminismo raivoso e vingativo", explicou a loira à revista. "Isso é o que eu estou inferindo dele dando-me uma moeda de Sacagawea. Hey, talvez ele estivesse fazendo isso em homenagem a uma mulher nativa americana poderosa. Eu não perguntei".

Taylor Swift, Vogue Magazine

Inez and Vindooh for Vogue

4. O drama com Kim Kardashian – Não é segredo pra ninguém que Taylor tem uma longa história com Kim Kardashian e Kanye West. Quem não se lembra do incidente no MTV VMA? E nesta entrevista, ela foi sincera sobre as hashtags #TaylorSwiftIsASnake e #TaylorSwiftIsCanceled que se tornaram virais após a estrela de KUWTK divulgar o vídeo de uma conversa entre Taylor e Kanye.

"Um público de massa humilhando, com milhões de pessoas dizendo que você estava cancelada, é uma experiência muito isoladora. Eu não acho que existem muitas pessoas que podem realmente entender o que é ter milhões de pessoas te odiando com tanta força".

"Quando você diz que alguém é cancelado, isso não é um programa de TV. É um ser humano. Você está enviando mensagens em massa para essa pessoa calar a boca, desaparecer ou também ser entendido como ‘se mate'".

Depois disso, Taylor sabia que ela deveria "reestruturar" a sua vida. E enquanto pareça estar em um bom lugar agora, ela admite que levou um tempo para chegar onde está.

"Quando você está passando por alguma perda, constrangimento ou humilhação, é um processo de luto com tantas micro emoções em um dia", explicou ela à Vogue. "Uma das razões pelas quais eu não fiz entrevistas sobre o Reputation foi porque eu não conseguia descobrir como me sentia de hora em hora".

Ainda assim, muitos norte-americanos a criticaram por permanecer quieta durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

"Infelizmente, nas eleições de 2016, você tinha um adversário político que estava armando a ideia do endosso da celebridade. Ele estava dizendo ‘Eu sou um homem do povo. Eu sou para vocês. Eu me preocupo com vocês'. Eu só sabia que não ia ajudar", disse a cantora. "Além disso, vocês sabem, o verão antes da eleição, todas as pessoas estavam dizendo que ‘Ela é calculista. Ela é manipuladora. Ela não é o que parece. Ela é uma cobra. Ela é uma mentirosa'. Esses foram os mesmos insultos que as pessoas estavam lançando contra Hillary Clinton. Eu seria um endosso ou uma responsabilidade? ‘Olhe, as duas cobras andando juntas. Veja, duas mulheres mentirosas. As duas mulheres desagradáveis'. Literalmente, milhões de pessoas estavam dizendo para eu desaparecer. Então, eu desapareci. Em muitos sentidos".

Taylor Swift, Vogue Magazine

Inez and Vindooh for Vogue

5. A batalha de sua mãe contra o câncer – No início deste ano, a loira revelou que o câncer de sua mãe havia retornado. Mesmo não entrando em detalhes sobre a doença durante a entrevista, Taylor fez apenas um breve comentário.

"Houve uma recaída. É algo que a minha família está passando", disse a musa.

6. Por que Lover pode ser seu álbum favorito? – "Há tantas maneiras pelas quais esse álbum parece ser um recomeço", explicou Taylor. "Este álbum é realmente uma carta de amor para o amor, em toda a sua glória enlouquecedora, apaixonada, excitante, encantadora, trágica e maravilhosa".

7. Sua reconciliação com Katy Perry – Após anos de brigas, Taylor e Katy fizeram as pazes. Além disso, Perry até fez uma participação no recente clipe de Swift, You Need to Calm Down.

"Decidimos de que a metáfora do que acontece na mídia é que eles escolhem duas pessoas e é como se estivessem derramando gasolina por todo o chão", desabafou a cantora à Vogue. "Tudo o que precisa acontecer é um movimento falso, uma palavra falsa, um mal-entendido, um fósforo aceso e pronto. Foi o que aconteceu conosco. Foi ‘Quem é a melhor? Katy ou Taylor? Katy ou Taylor? Katy ou Taylor? Katy ou Taylor?'. A tensão é tão alta que se torna impossível não pensar que a outra pessoa tem algo contra você".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.