Ser mãe não é fácil e Hilary Duff sabe disso!

A atriz sempre foi bem aberta sobre as suas experiências como mãe nos últimos anos - o que é bom, o que é ruim e tudo o que há entre isso. Em uma nova entrevista para o podcast The Motherly Podcast, a atriz se abriu sobre o assunto, revelando como foi engravidar de seu primeiro filho aos 23 anos. Como ela explicou, a percepção dela na época era do que ela tinha visto em sua família.

"Eu acho que eu pensei que você só é adulto quando tem um bebê, mas as coisas são bem diferentes. Tipo, quando eu penso nos meus pais na época que eu tinha dez anos, eles pareciam muito velhos apesar de ainda serem novos", explicou ela. "Minha percepção era: 'Você tem todas as respostas e você sabe de todas as coisas. Tudo o que você fala importa porque você é Deus'. Assim que eu fiquei grávida isso mudou rapidamente para: 'Estou sozinha nessa, mas eu vou me dedicar'. Estou dizendo de uma forma bem simples, mas eu sentia que eu tinha muito medo de não ter todas as repostas... parecia que eu tinha que ser mais velha para ser mãe".

Em 2012, ela deu às boas-vindas ao seu filho que agora tem 7 anos, Luca Comrie, com o seu ex-marido Mike Comrie. "Eu me senti bem isolada no começo porque nenhuma das minhas amigas tinham engravidado", disse ela sobre ser uma mãe jovem na indústria. "Mas eu estava trabalhando há tanto tempo que me pareceu um passo natural virar mãe. Eu sempre soube que ia ser mãe e que um dia isso se tornaria a minha prioridade número 1. Então, eu me sentia corajosa em alguns tópicos e com medo em outros, mas eu realmente me assustei quando engravidei. Eu pensava: 'Isso  realmente está acontecendo. E se algo der errado?'".

Assim que o bebê nasceu, a experiência de Duff foi linda e chocante ao mesmo tempo. "Eu sinto que, após ele, eu perdi uma boa parte da minha personalidade por um ano e meio, mas não de um jeito negativo", disse ela. "Às vezes eu ficava triste com isso, mas você tem que se dedicar totalmente. Eu não lembro de largar ele pelos três primeiros meses de sua vida. Eu procurava as coisas na internet obsessivamente e levei muito a sério o fato de eu saber que aquilo ia ser trabalhoso. Eu sabia que é o papel mais importante no mundo, mas é diferente quando você está em casa sozinha com o bebê o tempo todo. Foi chocante, mas também foi a experiência mais feliz e linda. Às vezes podia ser bem estranho ter esses dois sentimentos tão conflitantes".

Apesar dos vários desafios que ser mãe trouxe, Duff também falou sobre o poder que isso te dá.

"Assim que você se reencontra, você tem a coisa mais preciosa debaixo da sua asa e que ninguém pode tirar de você, então você se sente poderosa e confiante. Eu vi isso de uma forma positiva porque ficar lá pensando em tudo o que acontecia sem ter ninguém que passou pelo mesmo ao meu lado me deixava triste de vez em quando. Porém, eu acabei conseguindo. Eu pensava: eu sou uma super-heroína e eu posso fazer o que eu quiser. Eu estava super confiante. Tem muitas coisas boas que vem [com o nascimento]".

Hilary Duff, Banks, Luca, Matthew Koma

Instagram

Porém, uma das parte ruins - particularmente para celebridades como Duff - é o foco que a mídia tem no corpo pós-parto. Após dar à luz, a estrela saiu para comprar algo e acabou sendo fotografada, o que resultou em matérias.

"Eu lembrava da manchete: 'Hilary Duff mostra corpo pós-parto'... mas a intenção não era mostrar. Eu estava muito feliz de ver humanos e sair de casa um pouco... então foi algo triste e que me fez querer esconder atrás de minha bolsa. Eu tinha dado à luz doze dias antes... Eu não sabia como era essa experiência", comentou ela. "Na época eu fiquei constrangida, mas agora eu posso falar para essas pessoas: 'Como vocês ousam? Vocês acham certo tratar mulheres assim?'".

Enquanto isso, Duff teve seus próprios julgamentos sobre a imagem de seu corpo durante o processo.

Hilary Duff, Banks Duff

Instagram

"Eu tive uma relação de amor e ódio com o meu corpo. Tinha dias que eu me sentia linda e mal conseguia acreditar no milagre que meu corpo estava criando. Você sobe uma montanha todo dia para criar um ser humano, é lindo e empoderador. Mas também haviam momentos nos quais eu ficava horrorizada com as minhas pernas ou o meu bumbum... os meus seios também cresceram bastante", explicou a atriz.

"É assustador e estranho o fato de que quando você tem um bebê, o que é o momento mais feliz da sua vida, você olha para baixo e pensa: 'Ah, não. Agora eu tenho a pressão de trabalhar nisso'. É difícil e isso soma com a perda da identidade no começo, quando você pensa: 'Meu Deus, eu só penso em qual seio ele mamou da última vez ou em quantas fraldas ele usou'. É uma loucura. Então, nenhuma das suas roupas servem mais. Algumas mulheres dão à luz e voltam a ser o que eram, mas eu usava roupas de compressão e ainda assim sobrava".

Quando as mulheres se sentem assim, Hilary quer que elas lembrem: "Tudo leva tempo".

"Levou tempo para criar o bebê e, apesar disso parecer óbvio, eu sempre tento me lembrar disso", disse Duff durante a entrevista. "Eu penso em como foi com a Banks [filha de Hilary]. Ela tinha cólicas - e isso durou três meses. Foi muito difícil. Foi a coisa mais difícil que eu já passei, mas tudo passou em um instante e agora ela está bem. Minhas roupas estão voltando a servir e eu também amo isso. Só é preciso um momento. Nós temos que parar de nos comparar com as outras pessoas e começar a olhar para nós mesmos por sermos incríveis".

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.