Mais recentes

Kim Kardashian ganha processo de 2.7 milhões de dólares contra loja

por Alyssa Morin | Traduzido Por Fernanda Basso | 03 jul, 2019 19:25Tags
Kim KardashianMediaPunch/REX/Shutterstock

Você quer uma rainha vencedora, bebê? Pois temos Kim Kardashian, que mudou o nome de sua mais nova marca após polêmica, bem plena ganhando um processo de 2.7 milhões de dólares, cerca de R$ 10.8 milhões, contra a marca de roupas Missguided.

"A defesa da Misguided Finance Inc. falhou em apelar ou defender a ação que foi aberta em março de 29 de 2019", diz os documentos obtidos pelo E! News. Além disso, também consta na documentação que a empresa precisa pagar cerca de R$ 10,8 milhões, mais R$ 276 mil devido a custos de advogados, para Kim Kardashian, por danos. 

Ainda de acordo com o E!, a estrela de KUWTK decidiu processar a empresa por usar sua marca patenteada para vender produtos bastante similares aos que ela usa online.

leia também
Kim Kardashian responde após ser acusada de apropriação cultural pela marca Kimono

O documento ainda diz que a "empresa tirou vantagem da imagem de Kim e seu status nas redes sociais sem o consentimento dela". Para finalizar, a empresa também teria usado as estratégias de marketing e vendas de Kim, também sem o consentimento dela.

Kim Kardashian/Twitter

Nas redes sociais, Kim falou sobre o assunto na época, explicando o que a empresa estava fazendo: "Há dois dias, eu tive o privilégio suficiente para usar um vestido Mugler e em menos de 24 horas, eles jogaram a peça em um site. Mas ela não estava à venda. Você precisa se inscrever na lista de espera, porque o vestido nem está pronto ainda para ser vendido".

Kanye e Rich Wilkerson Jr.

Givenchy.

Scott Disick.