Por que Richard Madden se sente "grato" de ter sido morto rapidamente em Game of Thrones

O ator de Robb Stark disse que os seus colegas de elenco merecem uma medalha
por Chris Harnick | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 12 jun, 2019 16:31Tags
Richard MaddenDimitrios Kambouris/Getty Images for TIME

Richard Madden deixou Game of Thrones no fim da terceira temporada durante o famoso Casamento Vermelho - e ele não poderia estar mais feliz com isso. O ator de Robb Stark disse para Amy Adams que quando saiu, ele já tinha passado cinco anos gravando a série.

"Eu morri no fim da terceira temporada. Foi algo muito difícil de terminar porque, desde o meu piloto até a minha morte, eu já tinha passado cinco anos [gravando]. Mas cinco anos foi um bom tempo para ficar na série. Me ajudou muito com a minha carreira e minha experiência. Eu aprendi muito gravando 30 horas de televisão", disse ele em uma conversa com Amy para a revista Variety. "E eu fiquei grato de ir embora. Os atores devem ter ficado por volta de 11 anos interpretando esses personagens. Alguém devia dar uma medalha para eles, porque isso é uma maratona".

O primeiro piloto de Game of Thrones foi gravado em 2009, porém, ele foi reorganizado e regravado com um elenco diferente. Madden estava tanto no primeiro como no segundo piloto.

Para quem não sabe, Kit Harington (que interpreta Jon Snow), disse que o elenco estava muito cansado após a última temporada.

"Todo mundo estava de coração partido no fim. Não sei se estávamos chorando por tristeza ou porque estávamos muito cansados", disse Harington para a GQ da Austrália. "Nós mal dormimos. Era como se eles tivessem feito a última temporada para pensarmos: 'Ok, estou cansado de fazer isso'. Eu lembro de todo mundo pensando: 'Eu tive o bastante disso. Foi a melhor coisa da minha vida e eu vou sentir falta um dia - mas eu cansei".

Madden também falou sobre a outra série que trabalhou, The Bodyguard. Ele afirmou que ela deu um gostinho do que é interpretar alguém que não é totalmente bom, o que ele quer explorar mais.

"Eu gostaria de explorar papéis que não são iguais ao Romeu. Eu passei dez anos fazendo versões diferentes de Romeu", disse ele fazendo referência ao perfil de personagem "príncipe" que ele normalmente interpreta. "Eu interpretei muito esses caras bons que passam por coisas ruins. The Bodyguard foi a minha primeira experiência nessa questão moral que não é simplesmente dividida entre 'bom' e 'ruim'. Eu quero explorar mais isso".

fotos
Estrelas de Game of Thrones: antes e depois