Liam Payne diz que "não ouviria" músicas do One Direction hoje em dia

O cantor dividiu o que aprendeu ao fazer parte do grupo.
por Samantha Schnurr | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 30 mai, 2019 15:36Tags
Recomendado para você: Liam Payne diz que "não ouviria" músicas do One Direction hoje em dia

Com somente 25 anos, Liam Payne já viveu quase uma vida inteira! Afinal, ele se tornou uma estrela internacional repentinamente com o sucesso do One Direction, que surgiu há quase dez anos.

Enquanto o grupo está em hiato, o cantor se aventurou em uma carreira solo, mas afirmou que ainda não achou o seu estilo.

"'Strip That Down' era muito boa e eu fiquei muito feliz com o sucesso dela - mas ela não representa necessariamente quem eu sou", disse ele para a revista Esquire em uma entrevista. "Eu sempre achei que por trás das correntes e das roupas eu estava meio que me escondendo".

leia também
Cheryl Cole fala sobre como é criar seu filho junto com Liam Payne

Payne adicionou: "Meu estilo e meu senso de estilo são bem mais casuais agora porque eu sou dessa forma também. Eu não sinto a necessidade de me esconder em minhas roupas. Eu sinto que eu finalmente posso ser quem eu sou e aproveitar".

Como ele explicou para a revista, o som do One Direction também não é muito seu estilo: "Quando fizemos a banda era muito - eu não diria ensaiado - mas podemos dizer que conhecíamos o nosso público muito bem". "Nós normalmente vendíamos a turnê antes mesmo de lançar o álbum. E então eles [os produtores dos álbuns] falavam: 'Ok, vocês vão fazer shows em estádios'. Aí você pensa: 'Ok, precisamos de refrões maiores - o tipo de música que as pessoas conseguem cantar em um estádio'. Você meio que tem que escrever de acordo com a turnê", comentou o astro.

Como Payne reconheceu: "É um jeito bem estranho de fazer isso... Obviamente as pessoas não costumam escrever assim, mas nós não tínhamos tempo. Então era tipo: 'Rápido! Nós precisamos de mais um hit!'. Na verdade era mais fácil escrever sob pressão".

Logo após isso, Liam confessou: "Não seria necessariamente o tipo de música que eu escolheria lançar agora - não é algo que eu ouviria - mas eu sabia como fazer. Isso faz sentido?".

Kevin Winter/Getty Images

Agora, quase oito anos após o lançamento do primeiro álbum do grupo, Payne não só é um artista solo, mas também um pai. Em 2017, ele deu as boas-vindas para o seu primeiro filho, Bear, com a sua ex, Cheryl Cole. O astro afirmou que entender seu papel como pai levou um tempo.

"As pessoas falam como se uma lâmpada acendesse e de repente você se tornasse um pai... mas não. [Ser um pai] é algo que você tem que aprender e eu não tenho vergonha de dizer que demora mais de um minuto para você entender a ideia", disse ele. "Não entender é difícil... especialmente quando você tem um filho pequeno que não sabe como se comunicar e você não entende o que ele quer".

Greg Williams/Esquire Middle East

Ser um pai é só um dos elementos intimidadores da vida. Payne também se abriu sobre lutar contra agorafobia, um distúrbio de ansiedade que envolve o medo de lugares ou situações que causem pânico ou constrangimento. Isso piorou ainda mais por Liam ser famoso.

"Eu nunca saia de casa. E às vezes eu sofro um pouco porque eu  sei que terão dias que eu não vou querer sair de casa. Até se for só para fazer umas compras. Eu ia pedir um café no Starbucks e começava a suar porque eu não sabia se o que eu estava fazendo era o certo ou não. Eu pensava: 'Eu não quero estar aqui'", explicou ele. "Eu tinha problemas até em ir para o posto de gasolina. Eu entendo agora - era como uma ansiedade horrível na qual eu ficava suando e pensando: 'Não quero fazer isso'".

No fim, Liam afirmou que está aprendendo todos os dias com a sua jornada na indústria musical.

"Eu obviamente estou muito feliz com as coisas que eu fiz. Quebrar recordes mundiais com o grupo e tudo o mais. Mas nos últimos anos tem sido um pouco confuso achar o meu caminho. E eu prefiro não ser lembrado por muitas dessas coisas", afirmou ele. "Eu quero fazer um álbum muito incrível que não seja necessariamente 'importante', mas que as pessoas gostem. Algo que faça com que elas sintam algo. Eu acho que isso seria o melhor para mim. Eu só quero fazer as pessoas se mexerem".

fotos
A evolução de Liam Payne