Kanye West fala sobre transtorno bipolar, o "estigma do louco"

O vencedor do Grammy se abriu sobre sua saúde mental com David Letterman

por Jess Cohen | Traduzido Por Miriam Kaibara | 28 mai, 2019 20:04Tags
Kanye WestBACKGRID

Kanye West, que celebrou aniversário de casamento com Kim Kardashian, falou sobre sua saúde mental em entrevista a David Letterman. Kanye se abriu para o apresentador na série da Netflix, My Next Guest Needs No Introduction

No episódio que vai ao ar no dia 31 de maio, o rapper fala sobre seu diagnóstico e explica sua jornada nos últimos anos. "O que eu quero dizer sobre essa coisa bipolar é porque tem a palavra 'bi' nela, que dá ideia de uma dupla personalidade. Bom, isso funciona pra mim, eu sou geminiano, mas quando você se enfurece, isso expressa mais sua pesonalidade", disse ele. 

"Você pode se tornar quase mais adolescente em sua expressão ou ficar no limite. Essa é minha experiência específica que eu tive nos últimos dois anos, porque eu só fui diagnosticado há dois anos"

leia também
Kim Kardashian e Kanye West comemoram aniversário de casamento com jantar discreto

"Não há um modo fácil e bobo de explicar, é algo que você sabe que leva um tempo para entender", revelou ele.

"Estou começando a pesquisar essas coisas porque a experiência de passar por um episódio, se você tem que ir realmente a um hospital, há um momento em que eu tenho que falar sobre isso publicamente que tem que ser mudado. Então, vou falar sobre isso publicamente para que esse momento possa mudar. Quando você está nesse estado, fica super paranóico sobre tudo. Todos. Essa é minha experiência. Algumas pessoas tem outras experiências. Todos agora são atores. Tudo é uma conspiração. Você vê tudo. Você sente que o governo está implantando chips na sua cabeça. Você sente que está sendo gravado. Você sente tudo isso", revelou ele. 

"E você é tomado, e tem esse momento. Você sente que todos querem te matar. Você não confia em ninguém e há aquele momento em que eles te algemam, eles te drogam, eles te colocam na cama, e te separam de todos que você conhece. Eles não fazem isso com uma mulher grávida. Isso é algo que sou tão feliz de ter passado, para que eu possa começar a mudar esse momento... quando você está nesse estado, você tem que ter alguém em quem confiar. É cruel e primitivo fazer isso"

"Aqui tem mais uma que eles amam fazer quando você tem o estigma do louco. Eles amam te cortar. Eles adoram atropelar suas sentenças no meio do caminho. O que você diz não significa muito. Às vezes, pra mim, acho que é uma forma de proteção, porque se eu estou espiando algo que as pessoas não querem que eu pense ou saiba como uma celebridade, 'Oh, ele é louco', e então eu vou para casa. Se eles não achasem que eu fosse louco, poderia ser um problema"

leia também
Kim Kardashian posta fotos dos bastidores de seu casamento com Kanye West

Quando perguntado se sua parte criativa sofre com isso, ele revelou: "Oh, sim, é apenas a realidade. Sabe, se vocês querem essas ideias loucas e esses palcos doidos, essa música louca e esse modo maluco de pensar, há uma chance de que venha de uma pessoa louca", disse ele aos risos. 

Veja abaixo as fotos mais fofas de Kim Kardashian e Kanye West:

 

 

 
fotos
VEJA MAIS FOTO DE As fotos mais ternas de Kim Kardashian e Kanye West