Harvey Weinstein

Seth Wenig/AP/Shutterstock

O ex-produtor de filmes Harvey Weinstein conseguiu um acordo de R$ 178 milhões sobre as acusações de má conduta sexual contra ele, de acordo com uma matéria do Wall Street Journal.

O advogado Adam Harris, que está representando Harvey, estava no tribunal de falências nessa quinta-feira, 23, para discutir sobre o caso com um juiz. "Pela primeira vez, nós temos um acordo econômico que é apoiado por quem o acusou, pelos advogados, pela defesa e por todos os seguradores".

O acordo, que ainda não está finalizado, iria prover aproximadamente R$ 120 milhões para quem acusou Harvey, que são as vítimas, as pessoas contratadas pelo estúdio dele e os investidores que tinham comprado ações antes do local declarar falência. Os outros R$ 58 milhões seriam para Weinstein pagar as dívidas com sócios.

Se o acordo for finalizado, isso vai concluir vários meses de negociações entre todas as pessoas envolvidas. Para quem não sabe, o produtor de filmes foi processado até pelo escritório de advogados de Nova York por falhar em deixar eles a salvo.

Harvey - que continuamente nega todas as acusações de sexo não consensual - ainda está enfrentando várias outras acusações. Em maio de 2018, ele foi acusado de estupro, ato sexual criminoso e abuso sexual por duas mulheres. Se ele acabar sendo condenado por todos os crimes, Weinstein pode passar o resto da vida na prisão.

O julgamento dele está marcado para setembro.

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.