Harvey Weinstein consegue acordo de R$ 178 milhões sobre acusações de má conduta sexual

O produtor negou todas as acusações
por McKenna Aiello | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 24 mai, 2019 15:46Tags
Harvey WeinsteinSeth Wenig/AP/Shutterstock

O ex-produtor de filmes Harvey Weinstein conseguiu um acordo de R$ 178 milhões sobre as acusações de má conduta sexual contra ele, de acordo com uma matéria do Wall Street Journal.

O advogado Adam Harris, que está representando Harvey, estava no tribunal de falências nessa quinta-feira, 23, para discutir sobre o caso com um juiz. "Pela primeira vez, nós temos um acordo econômico que é apoiado por quem o acusou, pelos advogados, pela defesa e por todos os seguradores".

O acordo, que ainda não está finalizado, iria prover aproximadamente R$ 120 milhões para quem acusou Harvey, que são as vítimas, as pessoas contratadas pelo estúdio dele e os investidores que tinham comprado ações antes do local declarar falência. Os outros R$ 58 milhões seriam para Weinstein pagar as dívidas com sócios.

Se o acordo for finalizado, isso vai concluir vários meses de negociações entre todas as pessoas envolvidas. Para quem não sabe, o produtor de filmes foi processado até pelo escritório de advogados de Nova York por falhar em deixar eles a salvo.

leia também
Sandra Bullock revela que tinha medo de Harvey Weinstein

Harvey - que continuamente nega todas as acusações de sexo não consensual - ainda está enfrentando várias outras acusações. Em maio de 2018, ele foi acusado de estupro, ato sexual criminoso e abuso sexual por duas mulheres. Se ele acabar sendo condenado por todos os crimes, Weinstein pode passar o resto da vida na prisão.

O julgamento dele está marcado para setembro.

leia também
As atrizes que acusaram o produtor Harvey Weinstein de assédio