Game of Thrones Finale

Helen Sloan/HBO

Emilia Clarke está sob os holofotes! A estrela de Game of Thrones atuou por oito anos como Daenerys Targaryen, também conhecida como a Mãe dos Dragões, e agora ela pode dizer "não" para certos projetos.

Durante uma entrevista com o The Hollywood Reporter, Clarke revelou que não quer mais fazer projetos com continuações - e o tópico dela ter sido convidada para estrelar 50 Tons de Cinza surgiu.

"Bom, Sam [Taylor-Johnson, a diretora] é uma maga. Eu amo ela e eu acho que a visão dela é linda", disse ela sobre a série de filmes inspirada no livro. "Porém, a última vez que eu fiquei pelada na frente da câmera [em Game of Thrones] foi há muito tempo e ainda assim é a única coisa que me perguntam porque eu sou uma mulher. Isso é irritante para caramba e eu estou cansada, porque fiz aquilo para o personagem - não para os homens ficarem olhando os meus peitos, pelo amor de Deus".

"Então quando me chamaram para estrelar o filme, eu disse: 'Eu não consigo'", disse ela sobre 50 Tons. "Eu fiz isso minimamente e já repercutiu por toda a minha vida. Então eu pensei que não ia entrar voluntariamente nessa situação, sabendo que ia ser bem sensual e que eu teria que ficar nua, para depois não conseguir mais olhar nos olhos das pessoas e dizer: 'Não, você não pode ficar me perguntando só sobre isso'".

Durante a entrevista, Emilia também falou sobre os dois derrames que ela sofreu durante a gravação da série. Ela disse que foi a sua personagem, Daenerys, que a inspirou a ser forte.

Game of Thrones Finale

HBO

"Eu menti  sobre isso por vários anos. Toda vez que as pessoas perguntavam de onde eu pegava a minha força, eu falava: 'Eu não tenho ideia'. Mas a minha personagem cresceu junto comigo e, por mais que isso seja bem brega, ela salvou a minha vida. A primeira coisa que acontece após um derrame - tirando a paralisia e tudo o mais - é que você fica com uma fatiga, o que é um jeito chique de você falar que está cansada, mas é debilitante a ponto de te derrubar. E você não consegue olhar nos olhos das pessoas porque fica envergonhada", disse ela.

"A maioria das pessoas não interpreta a Mãe dos Dragões para ajudar a superar isso", continuou a estrela. "Para mim, o show tinha que continuar. Então entrar na personagem novamente para matar os Mestres, falar com 300 pessoas em uma língua que não é real e transar com Kit Harington [ajudou]".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.