Em processo de difamação, Johnny Depp acusa Amber Heard de ter "pintado hematomas"

O ator alega que a ex-esposa pintou os hematomas pelo corpo dela e disse ainda que ela ou uma de suas amigas defecou em sua cama. Veja!

por Cydney Contreras | Traduzido Por Sally Borges | 21 mai, 2019 14:29Tags
Amber Heard, Johnny DeppJason Kempin/Getty Images

A guerra entre Johnny Depp e Amber Heard não tem fim! Segundo o E! News, Johnny apresentou uma longa declaração, com várias acusações, como apoio ao seu processo contra a ex-mulher, Amber.

De acordo com os documentos, o ator de Piratas do Caribe alega que a loira havia "pintado os hematomas" e que ela lhe causou "lesões corporais graves".

Ele afirma que as ações dela ocorreram enquanto ela estava sob a influência de uma mistura de "prescrição de anfetaminas e drogas sem receita médica com álcool". Johnny ainda alega que ocorreram incidentes de abuso em várias ocasiões e uma variedade de armas, incluindo latas de refrigerante e de tinta.

Além disso, o ator contou que o abuso não foi apenas físico, mas emocional. Ele cita um incidente em que Amber ou uma de suas amigas supostamente "defecou" na cama dele em "algum tipo de brincadeira doentia".

Este, supostamente, foi a gota d'água para Johnny. "Como resultado dos anos de abuso doméstico que eu sofri nas mãos da Sra. Heard – mais recentemente o ataque físico e a defecação de 21 de abril na minha cama, pouco antes de ela e suas amigas saírem na manhã seguinte – eu resolvi me divorciar da Sra. Heard", explica ele.

leia também
Amber Heard descreve algumas agressões que sofreu de Johnny Depp

As alegações de Johnny contradizem o arquivamento de Amber, que solicitou a demissão do processo baseado em suas reclamações contra ele. Os documentos apresentados por ela incluem fotos dos hematomas, dos danos à propriedade da qual ela culpa o ator, imagens das mensagens de texto descrevendo os incidentes e trechos sobre o divórcio da qual ela fala sobre o suposto abuso.

Em um comunicado, o advogado dela, Eric George, disse: "É lamentável que seja necessário um juiz para finalmente acabar com o assédio persistente de Heard pelo Sr. Depp, mas a Sra. Heard tomará todas as medidas necessárias para justificar a verdade".

leia também
Johnny Depp alega ter evidências de que não agrediu Amber Heard

Na última segunda-feira, 19, o advogado rebateu as acusações feitas pelo ator.

"A evidência neste caso é clara: Johnny Depp bateu repetidamente em Amber Heard. As tentativas cada vez mais desesperadas de Depp e seus facilitadores para reviver sua carreira, iniciando litígios infundados contra tantas pessoas próximas a ele – seus ex-advogados, ex-gerentes e sua ex-esposa – não estão enganado ninguém".

Por enquanto, o advogado de Depp não comentou o comunicado.