Criadores de Game of Thrones explicam atitude de Daenerys Targaryen em penúltimo episódio

Será que ela realmente se tornou a "rainha louca"?

por Chris Harnick | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 13 mai, 2019 15:13Tags
Recomendado para você: Criadores de Game of Thrones explicam atitude de Daenerys Targaryen em penúltimo episódio

Daenerys Targaryen fez o que fez. Você sabe sobre o que estamos falando. E aliás, esse é seu último aviso: cuidado com os spoilers!

No penúltimo episódio de Game of Thrones, Daenerys (Emilia Clarke) enlouqueceu. Ela pegou Drogon e voou por cima de King's Landing, botando fogo no exército Lannister, nas pessoas inocentes que moravam no local, demolindo construções e se tornando a rainha louca que todo mundo tanto temia.

Mas você pode se perguntar: por que a série teve uma virada tão radical? De acordo com os co-criadores dela, David Benioff e D.B. Weiss, é porque a rainha não tinha mais ninguém. O homem que ela ama a traiu. O seus conselheiros a traíram. É só ela e seu dragão contra o mundo.

leia também
Taylor Swift diz que Reputation foi inspirado por Game of Thrones

"Dany é uma pessoa incrivelmente forte. Ela também é alguém que teve amizades e conselheiros muito próximos durante toda a série. Você olha para as pessoas que eram próximas dela por muito tempo e quase todos se voltaram contra ela ou morreram. Ela está muito sozinha. E isso é uma coisa perigosa para quem tem muito poder", disse Benioff em um vídeo. "Então, quando ela mais precisa de conselhos e da bondade de seus amigos, todo mundo se foi".

"Ela já se apaixonou por Jon Snow e, até onde ela sabe, ele a traiu ao contar para todo mundo sua real identidade. Além disso, ele também não consegue corresponder ao amor dela nesse ponto", disse Benioff.

"Eu acho que quando ela fala: 'Deixe ser medo', ela está assumindo o fato de que terá que fazer algumas coisas que não são tão agradáveis, ou horríveis para algumas pessoas", disse Weiss.

"Ela escolheu violência. Uma Targaryen escolhendo violência é uma coisa muito assustadora", continuou Benioff.

HBO

Foi a tempestade perfeita para as circunstâncias, disse Benioff. "E se as circunstâncias fossem diferentes, eu não acho que esse lado dela seria mostrado. Se Cersei não a tivesse traído, se ela não tivesse executado Missandei, se Jon não tivesse contado a verdade", disse ele. "Se todas essas coisas tivessem acontecido de uma forma diferente, então eu não acho que veríamos esse lado da Daenerys Targaryen".

Weiss disse que tudo aconteceu muito rápido e isso foi desencadeado após ela ver Red Keep. "Para ela, é a casa da família dela que foi construída há 300 anos".

"É nesse momento - nas paredes de King's Landing, quando ela está olhando para o símbolo que foi pego dela - quando ela decide levar para o lado pessoal. Nós queríamos que ela fosse vista como a morte vindo de cima para as pessoas que estavam na cidade", disse ele. "Na maioria das histórias famosas, parece que há uma tendência em focar nas figuras heroicas e não prestar muita atenção em quem está sofrendo a repercussão das decisões deles. Nós realmente queríamos manter a nossa perspectiva e a nossa simpatia o mais realistas possíveis porque são aquelas pessoas que estão pagando o preço pelo o que ela está fazendo".

Game of Thrones vai ao ar todos os domingos, às 22h.

fotos
O penúltimo episódio de Game of Thrones em fotos