Paula, BBB 19

TV Globo

Paula von Sperling, vencedora do Big Brother Brasil 19, vai pagar pelos seus atos na casa. Paula foi indiciada por intolerância religiosa praticada contra o participante do reality show Rodrigo Ferreira

A ação partiu da Decradi, Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, segundo informa a polícia civil do Rio. Gilberto Stivanello foi o delegado responsável pela decisão tomada após ouvir depoimentos, analisar vídeos e operações. 

O Ministério Público irá decidir se haverá denúncia contra Paula após inquérito enviado nessa quinta-feira, 18.

"A Polícia Civil se pauta pelo respeito à liberdade de expressão, mas destaca que, por meio desta, não se pode violar a dignidade da pessoa humana, repudiando todo e qualquer ato ofensivo à religião, etnia, orientação sexual, procedência geográfica do próximo", disse o delegado. 

Em entrevista ao Jornal Extra logo após a saída da casa, Paula se pronunciou sobre as acusações. "Eu não tenho noção do que está acontecendo aqui fora. Não sei bem o que fiz e falei. Só tenho noção de que falo coisas desnecessárias 24 horas por dia", disse a mineira, de 28 anos.

"Vou me retratar com todo mundo. Fui eu mesma e não medi as palavras. Mesmo sendo processada, ganhei R$ 1, 5 milhão e vou encarar tudo que tiver por vir. O que aprendi nessa experiência é que tenho que falar menos", revelou ela.

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.