Miley Cyrus, Hannah Montana

Getty Images; Disney/E! Illustration

Hannah Montana: O Filme foi lançado há 10 anos, no dia 10 de abril, arrecadando R$ 665 milhões pelo mundo todo. Os fãs leais viram pela primeira vez Miley Stewart, que é interpretada por Miley Cyrus, equilibrar os seus dois mundos (o de uma garota comum e o de uma superstar) nas telonas.

Mas por trás das câmeras, Miley, que agora está com 26 anos, também passava pela mesma luta, crescendo aos olhos do público e cometendo erros enquanto se tornava um exemplo para os seus fãs, querendo isso ou não.

Após a estreia de Hannah Montana no Disney Channel em 2006, quando Miley só tinha 12 anos, o pai da cantora, Billy Ray Cyrus, atuava como pai e empresário dela na série. O show se tornou rapidamente um dos mais vistos e Cyrus se tornou a estrela teen do momento, afinal, ela também tinha músicas pop que não saiam da cabeça, um namorado na emissora (Nick Jonas) e alguns escândalos menores.

Em 2008, ela enfrentou críticas com apenas 15 anos ao posar para a Vanity Fair com as costas à mostra enquanto estava enrolada em um lençol de cetim. Ela se desculpou, mas recebeu um aviso do presidente do Disney Channel Worldwide, dizendo: "Para Miley ser uma 'boa garota' é uma decisão de negócios. Os pais investiram nisso. Se ela quebrar esse personagem, não conseguirá ele de volta".

(Em 2018, Miley voltou atrás em seu pedido de desculpa. Em uma entrevista para o Jimmy Kimmel Live, ela explicou: "Com certeza alguém me contou para fazer isso. Mas quer saber? Por isso que eu não faço mais o que as pessoas me pedem").

Miley Cyrus, Teen Choice Awards 2006

Frazer Harrison/Getty Images

Alguns meses após a controvérsia com a Vanity Fair, Miley foi parar nas manchetes novamente após o seu celular ser hackeado e algumas fotos dela serem vazadas. Além disso, em 2009 ela também levantou burburinho após dar uma volta em cano de stripper durante uma apresentação da música Party in the USA, no Teen Choice Awards.

Como isso, Miley começou a se revoltar com a situação. Ela deixou isso claro quando lançou Can't Be Tamed, em 2010, com o fim da série Hannah Montana. Na letra, ela fala sobre "estar em uma gaiola e as pessoas ficarem olhando para você".

Enquanto filmavam a quarta e última temporada da série, a família Cyrus estava com muitos problemas – tanto publicamente quanto por trás das câmeras.

Billy Ray se divorciou de Tish Cyrus em outubro de 2010. O casal divulgou um comunicado que dizia: "Como você pode imaginar, está sendo um tempo bem difícil para a nossa família. Nós estamos tentando resolver alguns assuntos pessoais. Apreciamos o apoio".

Depois, ele revelou para a GQ que as gravações não foram nada divertidas durante os últimos episódios da série. "Foi um desastre. Eu estava indo para o trabalho todos os dias sabendo que a minha família estava desmoronando, mas ainda assim tinha que ficar na frente da câmera. Eu às vezes penso: 'Como eu consegui passar por aquilo?' Devo ser um ator melhor do que imagino".

Tish Cyrus, Braison Cyrus, Noah Cyrus, Billy Ray Cyrus, Brandi Glenn Cyrus, Miley Cyrus, 2015 MTV Video Music Awards, VMAs

Larry Busacca/Getty Images

Além do fim do casamento de 17 anos de seus pais, Miley também estava enfrentando outro escândalo. Na época de seu aniversário de 18 anos, surgiu um vídeo online da cantora supostamente usando um bong e depois falando que teve um pouco de "bad trip". Depois ela disse para a Marie Claire: "Eu não sou perfeita... eu cometi um erro. Eu me decepcionei de ter decepcionado meus fãs".

Miley Cyrus, Hannah Montana

Stephen Shugerman/Getty Images for HRTS

Um mês após o último episódio de Hannah Montana ser transmitido, com a personagem escolhendo ir para a faculdade com sua melhor amiga ao invés de gravar um filme, Billy Ray deu uma entrevista reveladora para a GQ. Ele revelou como estava se sentindo mal sobre a série e as pessoas que cercavam a sua filha de 18 anos.

"Destruiu a minha família. Eu te digo agora – essa série destruiu a minha família", disse ele. "Eu voltaria atrás sem nem pensar duas vezes se pudesse. Ter a minha família aqui com todo mundo bem e feliz seria fantástico. Sim, eu apagaria tudo se pudesse".

Ele também afirmou que estava "assustado" por sua filha. "Eu quero protegê-la da tempestade. Parar com essa insanidade por um minuto. Quando você passa pelo o que ela passou, isso mexe com você", disse o cantor country, que reatou com Tish um mês após a entrevista.

Apenas uma semana depois, ele voltou atrás no que disse. Em uma entrevista para o The View, o astro afirmou que as coisas na família estavam "melhores do que nunca" e que ele não tinha problemas com a Disney.

Miley Cyrus, Hannah Montana, Then and Now

DISNEY CHANNEL/ISABELLA VOSMIKOVA/Broadimage/REX/Shutterstock

Claramente, Miley não foi a única que estava tentando equilibrar a vida – tanto profissionalmente quanto pessoalmente - após Hannah Montana.

Apesar dela ter estrelado filmes mais infantis no começo, ela começou a se arriscar mais musicalmente. Isso ficou ainda mais claro com o lançamento de seu álbum Bangerz, em 2013.

Na época, uma fonte disse ao E! News que o quarto álbum de estúdio de Miley ia ser "bem adulto, sexy e acreditável". A fonte também adicionou que ela estava "se divertindo ao fazer as músicas" pela "primeira vez em sua carreira".

A cantora disse o mesmo em uma entrevista para a Billboard um pouco antes do lançamento do álbum. "Eu quero começar como uma nova artista. Eu considero meu próximo álbum o primeiro, de verdade".

Junto com Mike Will I Made It, Pharrell Williams e will.i.am, Bangerz tinha uma influência hip-hop, o que era bem diferente do estilo mais pop da cantora.

"Agora, quando as pessoas vão para o iTunes ouvir minhas músicas antigas, é meio irritante para mim. Porque eu não consigo apagar aquilo tudo e começar de novo", disse ela. "Eu não estava nada conectada com o meu último álbum - eu tinha 16 ou 17 anos quando fiz ele. Quando você está nos seus 20, você não reconhece mais aquela pessoa".

Which Miley Cyrus Are You?

Melissa Hebeler/E! Illustration

E se as pessoas não tinham como ver através da música de Miley que ela estava mudando e evoluindo, ela com certeza fez elas verem isso através de seus shows.

Não só ela cortou o cabelo bem curto, como também começou a usar roupas mais ousadas e criou o hábito de colocar a língua para fora toda hora. Ah, e é claro: também teve o twerking.

Em agosto de 2013, Miley subiu no palco do VMA para a performance mais controversa e falada da noite, que contou com ela fazendo twerking na frente de Robin Thicke.

Melissa Henson, diretora de um conselho que representa os pais e mães de família na TV, disse: "Quando Walt Disney era dono da companhia, era impossível dizer que uma ex-estrela da Disney iria por esse caminho". "Eu não consigo imaginar como qualquer pai ou mãe, sabendo como são os novos shows de Miley, deixe seu filho se apegar à Hannah Montana. Por essa razão, a Disney talvez tenha que aposentar o personagem para sempre".

Robin Thicke, Miley Cyrus, VMA

Scott Gries/Invision/AP

E Miley? Ela não ligava para as críticas. Na verdade, ela enfrentou elas.

"Eu não ligo para as críticas porque eu já vi isso acontecer muitas vezes", disse ela para a MTV. "Quantas vezes vimos isso na música pop? Madonna fez isso. Britney fez isso. Em uma performance do VMA, é isso o que você quer. Você quer fazer história".

E quando ela apresentou o programa Saturday Night Live pouco depois, Miley deixou claro: Hannah Montana estava oficialmente morta.

"Eu não me desculpo pela minha performance no VMA", disse ela brincando. "Há alguns assuntos que eu não vou lidar hoje. Eu não irei atuar como Hannah Montana, mas eu posso te dar uma atualização no status dela: Ela foi assassinada".

Miley Cyrus, Bangerz Tour

Phillip Chin/Getty Images

E toda a controvérsia compensou: Bangerz estreou em primeiro lugar após seu lançamento em outubro, com grandes hits como We Can't Stop e Wrecking Ball, que tinha um clipe no qual a cantora posava pelada em cima de uma bola de demolição (algo que virou rapidamente um meme).

Com Bangerz, Miley disse que queria ser "memorável" e ela conseguiu isso: a cantora de 20 anos fez uma das turnês que mais arrecadou em 2014 e ganhou um prêmio da MTV como Artista do Ano.

Então, Miley fez algo que ninguém estava esperando: ela desapareceu, voltando para Malibu, se reconectando com Liam e fazendo as pazes com o seu passado.

"Tem tanta coisa que eu não lembro sobre ser uma artista infantil porque era muita coisa para manter na cabeça. É como qualquer coisa que você está dentro - eu não sabia quanta pressão eu estava sentindo e como aquilo me moldou até sair", disse ela ao Harper's Bazaar em 2017, antes do lançamento de seu novo álbum, Younger Now.

Miley Cyrus, Hannah Montana, Instagram

Instagram / Miley Cyrus

E ela finalmente assumiu a série e o papel que a fez famosa antes mesmo de poder dirigir um carro: "Agora eu posso me orgulhar de todas as Mileys que eu fui ao invés de tentar correr de quem eu era aos 11 anos ou me sentir como se eu não fosse Hannah Montana. Eu fico feliz que aquilo fez parte da minha vida", disse ela para a MTV.

Ela não estava falando só sobre sua imagem pura de garota do Disney Channel. A cantora admitiu que que a sua personalidade na era Bangerz também começou a parecer atuação, como se isso fosse algo "esperado" dela.

"Eu não queria ir para ensaios e ser a garota que ia mostrar os seios e por a língua para fora", disse ela para a Harper's Bazaar. "No começo, era como dizer: 'F***-se você. Garotas têm que ter essa liberdade', mas depois chegou em um ponto no qual eu me sentia sexualizada".

O que ela estava passando era parecido com o que ela passou com a Hannah Montana. Miley disse que ela estava surpresa das pessoas não se chocarem com seu tempo na Disney do mesmo jeito que se chocaram com o twerking.

"As pessoas ficavam tão chocadas com algumas coisas que eu fazia", ela explicou. "Deveria ser ainda mais chocante que quando eu tinha 11 ou 12, eu colocava peruca e me enchia de maquiagem, sendo que eram homens mais velhos que mandavam eu fazer isso... Não me surpreende que muitas pessoas se perdem no caminho e não reconhecem mais quem são, porque sempre tem alguém dizendo como você deve ser".

Miley Cyrus, Younger Now

Instagram

Apesar do álbum Younger Now não ter alcançado o mesmo pico que Bangerz, estreando em quinto lugar nas paradas, Miley parece estar bem contente em só ser Miley. "Eu não tenho medo de quem eu era. Ninguém é a mesma coisa para sempre", disse ela para a MTV.

Cyrus assumiu totalmente o impacto que a Hannah Montana teve em sua vida e em seus fãs leais enquanto refletia sobre os seus quatro anos na série em uma entrevista.

"Eu acho que agora que estou mais velha, eu entendo que aquilo é muita coisa para colocar em cima de uma criança. Além de fazer ela colocar maquiagem, peruca e ter que equilibrar a vida escolar", disse ela para a CBS News. "Mas eu amava aquele personagem".

Mas ela também foi brutalmente honesta sobre como foi complicado descobrir quem era Miley Cyrus enquanto também tinha que ser Miley Stewart e Hannah Montana. "Eu tinha que ser algo que eu não era", disse ela para a Marie Claire. "E quando eu não estava gravando, eu pensava: 'Quem sou eu?'".

Trabalhando 12 horas por dia, "Toda manhã, eu estava tomando muito café", Miley revelou. "Eu tinha que continuar, ser dura, ser forte. Tudo acontecia comigo naquele set".

Enquanto os fãs viam o lado divertido na TV, Miley tinha muitos "ataques de ansiedade" e "ondas de calor" enquanto estava gravando ou antes das apresentações. Ela inclusive menstruou pela primeira vez durante um episódio em que tinha que usar calça branca.

Hannah Montana

Disney

"Foi muito constrangedor, mas eu não podia ir embora", ela lembrou. "Eu estava chorando, pedindo para a minha mãe: 'Você vai ter que colocar o absorvente interno. Eu tenho que ir para o set'".

No décimo aniversário da estreia de Hannah Montana, em 2016, Miley fez uma brincadeira com a personagem.

Após dizer que Hannah foi "cortada em pequenos pedacinhos" e enterrada em seu quintal, ela publicou uma homenagem bem fofa no Instagram.

"Mandando muito amor para todos os meus colegas de elenco nesse aniversário", escreveu ela. "Para o mundo é a comemoração de 10 anos, mas para nós a jornada começou bem antes do mundo saber quem éramos".

Ela continuou: "Nosso amor uns pelos outros era inquestionável... mesmo eu me sentindo meio desconectada com a minha personagem naquela época, eu vou ser eternamente grata pela oportunidade e pela visibilidade que me foi dada. Nada disso teria sido possível sem cada pessoa que contribuiu com a série".

Com isso, Miley estava fazendo as pazes com Hannah. Porém, três anos depois, ela citou a pop star novamente do modo mais hilário.

Durante a sua participação no programa RuPaul's Drag Race, Miley estava mais do que feliz de trazer o seu passado de volta. Duas drag queens tiveram que fazer uma batalha de lip sync com a canção Hannah, The Best of Both Worlds, que Cyrus cantou em alto e bom som. Quando RuPaul perguntou: "O que aconteceu com ela?", Miley brincou: "Muitas drogas".

No fim de março, Miley decidiu relembrar os fãs da personagem novamente, mostrando um novo look que foi claramente inspirado na cantora fictícia, mas com um toque punk.

"Vocês sabem, é tão difícil ter que entrar e sair da personagem que eu decidi ser Hannah para sempre", disse ela. "Ela está tendo muita repercussão essa semana - graças a mim".

A repercussão naquela semana começou porque Miley postou várias referências à personagem, incluindo vídeos dela dançando os maiores hits de Hannah. Como não amar?

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.