Marina Ruy Barbosa finalmente abriu o jogo sobre ter sido apontada como pivô da separação de José Loreto e Débora Nascimento. Em entrevista a Leo Dias, do Fofocalizando, do SBT, Marina falou pela primeira vez sobre a polêmica.

"Tudo está certo na minha vida", iniciou a atriz, que deixou de ser seguida no Instagram, por algumas famosas, naquela época. "Eu tenho um casamento incrível, minha família também, meu marido, meu trabalho, tudo. Isso nunca, em momento algum, mudou. Essa história toda, em momento algum, afetou a minha relação ou o meu trabalho".

"Sempre zelei muito pela minha privacidade, não sou muito de expor em excesso minha vida e tento preservar as pessoas na medida do possível", disse ela, que sempre deixou claro que "não tinha nada a ver com isso, nunca teve".

Marina comentou o fato de que não era um boato da Internet, mas sim o de um grupo de pessoas que falavam dela.

"Isso eu não tenho nada a dizer, não sei. O que posso falar é que óbvio que certas coisas mexem com a gente, mexeram com psicológico. Qualquer pessoa ficaria mexido [...] Tento evitar confusão, não gosto. Quero apenas fazer meu trabalho sem prejudicar ninguém, sem passar por cima de ninguém".

A beldade, que não se achou vítima, contou que "o problema nunca foi dela", mesmo tendo que encontrar Loreto nas gravações. No entanto, ela ficou abalada com o ocorrido em sua vida.

"Claro que me abalou. Mas eu dei a minha declaração imediatamente deixando claro que não tinha nenhum envolvimento com ele. Ele deu a dele falando que não houve traição e pediu respeito. Enfim, cada um fala e se posiciona da forma que acha que deve. Respeito e só posso me responsabilizar pelos meus atos".

Marina Ruy Barbosa

Instagram/@marinaruybarbosa

Além disso, ela falou do fato de Giovanna Ewbank, sua madrinha de casamento, ter deixado de segui-la no Instagram.

"Eu só posso falar sobre as minhas atitudes, sobre o que eu faço. Minha consciência e meu casamento estão tranquilos e bem. Acho que todo mundo às vezes toda atitudes precipitadas. Não posso entrar na cabeça das pessoas e entender todos os sentimentos delas, mas eu não tenho nenhuma mágoa. Obviamente fiquei mexida com a situação toda, impossível não ficar. É impossível ter um terremoto embaixo de você e você ficar inabalável. Eu não sou inabalável, sou frágil. Mentira, sou frágil, mas sou forte".

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.