A vida de Amber Heard não anda fácil! Depois da notícia de que ela está sendo processada por Johnny Depp por falsas acusações no caso de abuso doméstico, agora Amber  descreveu detalhadamente na corte americana várias situações nas quais foi agredida por Johnny, seu ex-marido.

"Por volta de um ano dentro da relação, eu comecei a ver Johnny abusar de drogas e álcool... Em algumas ocasiões, quando ele usava narcóticos ilegais e medicações prescritas, eu tinha que chamar ajuda médica. Quando ele começava a usar, eu ficava preocupada por nós dois. Ele se tornava uma pessoa totalmente diferente, muitas vezes desiludido e violento", disse Amber, que começou a se envolver com Johnny em 2012.

"Nós chamávamos essa versão do Johnny de ‘O Monstro'. Johnny muitas vezes não lembrava do que fez quando voltava a ficar sóbrio. Como eu amava ele, eu acreditei nas várias promessas de que ele poderia e iria ficar melhor. Eu estava errada", desabafou a estrela.

Em 2014, à bordo de um jatinho à caminho de Boston, Amber foi agredida novamente: "No voo, Johnny pediu para as aeromoças darem um tanque de oxigênio para ele e ele começou a beber bastante. Os ajudantes dele me disseram que ele estava triste por eu ter feito uma cena romântica com James Franco um dia antes. Logo, Johnny começou a tacar coisas em mim. Ao invés de reagir à atitude dele, eu mudei de lugar. Isso não parou ele. Ele começou a empurrar uma cadeira em cima de mim, para me provocar, gritava comigo e ficava gritando o nome ‘James Franco'". Em um certo ponto, eu levantei e Johnny me chutou nas costas, me fazendo cair. Ele jogou a bota dele em mim enquanto eu estava no chão. Johnny continuava a gritar obscenidades para mim até que ele foi para o banheiro do avião e desmaiou trancado pelo resto da viagem".

No dia seguinte, o ator teria se desculpado com a até, então, esposa: "De novo, eu estou me sentindo envergonhado e arrependido. Me desculpe. Eu realmente não sei o que aconteceu e por que aconteceu. Mas eu jamais farei isso de novo. Minha doença veio de mansinho e me pegou... eu tenho que melhorar. De novo, eu sinto muito, muito mesmo... Eu te amo e me sinto muito mal de ter te decepcionado".

Stephen Reuters, assistente do ator, também mandou uma mensagem afirmando que Johnny: "estava chocado. Quando eu disse para ele que ele te chutou, ele chorou. Ele é um garotinho perdido e precisa de toda a ajuda que puder".

Apaixonada, Amber continuou no relacionamento e casou com Johnny, que supostamente estava longe das drogas, em fevereiro de 2015. No entanto, apenas um mês após o casamento, as agressões continuaram, quando a atriz pegou o então marido usando ecstasy:"Johnny me disse que eu não tinha proibido ele explicitamente de usar ecstasy. A briga foi esquentando e Johnny me empurrou, me deu um tapa e me jogou no chão antes de eu correr para um banheiro e me trancar".

Na manhã seguinte, "eu desci as escadas para descobrir que Johnny ainda estava acordado e que não dormiu a noite toda, tomando oito comprimidos de MDMA. Ele também estava bebendo. Nós entramos em uma briga que Johnny tornou física. Eu me tranquei em um dos quartos. Isso não parou Johnny de arrombar a porta. No começo da noite, Johnny havia me batido várias vezes, me empurrado e me jogado no chão. Ele também me enforcou e cuspiu no meu rosto. Johnny então me deu uma garrafa de licor que estava bebendo e disse: ‘O que você vai fazer?'. Eu joguei a garrafa no chão. Johnny reagiu começando a jogar latas e garrafas de vidro fechadas em mim...".

"Aquela noite, Johnny me jogou em uma mesa de ping pong que quebrou comigo em cima. Ele jogou garrafas pelos buracos de uma porta de vidro, quebrando dois painéis e deixando vidro em todo o lugar. Então ele me agarrou, apertando o meu corpo. Ele tirou meu pijama e em certo ponto eu estava pelada e descalça, coberta de álcool e vidro. Johnny me pegou pelo cabelo e me enforcou enquanto me empurrava na geladeira da cozinha. Eu tentei levantar, mas eu estava escorregando no vidro que estava no chão. Ele me jogou para longe dele e eu tentei correr, mas Johnny continuava a arremessar objetos e álcool em mim".

"Em uma das cenas mais assustadoras e horríveis desses três dias seguidos, Johnny me pegou pelo pescoço e me jogou em uma bancada. Eu tentava levantar enquanto ele me enforcava, mas meus braços e pernas ficavam escorregando no álcool que estava no chão e na bancada, o que me cortou inteira. Com medo por minha vida, eu disse para Johnny: ‘Você está me machucando e me cortando'. Ele me ignorou, continuando a me bater nas costas com a mão fechada e batendo com um telefone de plástico na parede com a outra mão, até ele virar pedaços. Enquanto ele batia o telefone na parede, ele machucou o dedo, cortando a ponta dele... Assim que eu sai de perto, eu me tranquei em um quarto no andar de cima. No terceiro dia que Johnny estava acordado dem dormir, eu desci e achei várias mensagens que ele tinha escrito para mim pela casa, nas paredes, nas roupas. Elas foram escritas com uma mistura de tinta à óleo e o sangue que estava em seu dedo. Ele também fez xixi na casa toda". Quando o ator foi hospitalizado, Amber estava "com o lábio cortado, o nariz inchado e cortes pelo corpo todo... até hoje, eu tenho cicatrizes no braço e nos pés por causa desse dia", contou.

A estrela ainda contou detalhes sobre um episódio do qual impediu que Johnny empurrasse sua irmã mais nova da escada, agredindo-o: "Ele começou a destruir as coisas pela casa, inclusive minhas coisas que estavam no armário… Johnny ameaçou me bater, Whitney se colocou entre nós. Johnny virou a atenção para Whitney, que estava na beirada da escada, e foi para cima dela. Agindo em defesa da minha irmã, porque eu estava com medo pela saúde física, eu acertei Johnny no rosto para que a atenção dele saísse dela. Essa foi a única vez que eu bati no Johnny. Ele estava prestes a empurrar minha irmã da escada. Eu agi em defesa da vida dela".

No entanto, as agressões não pararam por aí, em Agosto de 2015, durante uma viagem da Thailândia para a Malásia, "enquanto estávamos no trem Eastern Oriental, Johnny começou a brigar comigo e começou a me bater e empurrar emu ma parede, enquanto agarrava minha garganta e me segurava ali. Eu me lembro de ter ficado com medo de Johnny não saber o momento de parar e me matar".

E então, mais uma briga, que rolou em dezembro de 2015, no apartamento deles em Los Angeles: "Johnny começou a brigar comigo. Ele jogou um cantil em mim, bateu em objetos do quarto e socou a parede. Ele me deu um tapa forte, agarrou meu cabelo e me arrastou pela escada do escritório até a sala de estar, depois até a cozinha, da cozinha até o quarto e então para o quarto de hóspedes. Neste processo, ele arrancou vários punhados de cabelo e cortou minha cabeça. Esperando evitar violência, eu tentei acalmá-lo e então fui para a escada, tentando me tirar da situação. Johnny me seguiu, bateu nas minhas costas, agarrou meu cabelo, me deixou em frente à escada e, então, me arrastou pelos últimos degraus. No topo da escada, Johnny me empurrou duas vezes, o que me fez ter medo de cair. Eu disse para Johnny que ele tinha quebrado meu tornozelo na tentativa dele parar. Johnny continuou me batendo e toda vez que ele me nocauteava, eu decidi apenas reagir parade e olhando para ele nos olhos. Johnny me respondeu gritando, ‘Ah, você acha que é uma porr* de um garoto durão?'. Ele recoou e socou meu rosto, acertando meu nariz, que imediatamente começou a sangrar e causou uma dor séria no meu rosto. Eu comecei a chorar e eu pensei que teria que ir ao hospital. Eu disse Johnny que eu queria deixa deixá-lo e que eu chamaria a polícia se ele tocasse em mim de novo. Quando eu comecei a sair do quarto de hóspedes, ele me bateu, me agarrou e me empurrou de quarto em quarto, segurando meu cabelo".

"Nesta hora, Johnny tinha me arrastado pela escada do escritório, eu disse para ele que eu estava deixando ele, já que não aturava mais esse comportamento dele. Johnny reagiu me agarando pela garganta, me jogando no chão e batendo na minha cabeça. Ele segurou meu cabelo, me estapeou o rosto e gritava algo como, ‘Eu vou te matar. Eu vou te matar, está me ouvindo?'. Tinha cabelo meu espalhado por todo lugar onde eu tinha sido arrastada. A briga continuous na cama. Johnny me segurou com os joelhos nas minhas costas e com o outro pé na beira da cama, enquanto me batia na cabeça repetidamente e gritava o mais alto que eu já tinha ouvido, ‘Eu te odeio', várias e várias vezes. A armação da cama quebrou por causa do peso e pressão. Johnny me bateu com os pulsos fechados e eu lembro que não conseguiua ouvir meus gritos, porque ele empurrou minha cabeça contra o colchão. Eu gritei o mais alto que podia, esperando que Johnny percebesse que estava me machucando muito".

"Durante um tempo, eu não podia gritar ou respirar. Eu estava preocupada que Johnny estava totalmente num estado de cegueira e não soubesse o que estava fazendo e que ele realmente pudesse me matar. Copos quebrados e piunhados de cabelos estavam na escada… Johnny também escreveu mensagens na cozinha, que diziam, ‘Por que ser uma fraude? Tudo é uma idiotice".

Para finalizar, Amber contou sobre a briga que causou a separação deles, em Maio de 2016: "Ele estava como um jogador de baseball e jogou o celular no meu rosto, o mais forte que pode. Eu gritei, ‘Você acertou meu rosto', e comecei a chorar… Johnny pegou meu cabelo e começou a me tapear, me balançar pelo local enquanto eu continuava gritando".

Heard contou que um vizinho ouviu seus gritos e entrou no apartamento, se jogando entre eles, implorando para que Depp parasse, enquanto gritava, "Amber, dá o fora daqui".

"Johnny jogou vários objetos pela casa, incluindo uma garrafa de vinho… Johnny jogou mais objetos no corredor, cuspiu vinho em todo lugar e fez um buraco em uma parede".

Logo depois, o ator entrou em outro apartamento de Amber, "Johnny destruiu tudo que pode e perseguiu Liz Marz (maquiadora) para fora do apartamento segurando uma garrafa de vinho".

Logo após isso, a atriz pediu o divórcio e como se não bastasse todo o sofrimento, ainda foi acusada de mentirosa por fãs do ator, que a ameaçam de morte até hoje em dia!

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.