Emilia Clarke revela que quase morreu após sofrer dois aneurismas cerebrais

A atriz de Game of Thrones deu detalhes sobre suas duas cirurgias e a dolorosa recuperação

por Jess Cohen | Traduzido Por Miriam Kaibara | 21 mar, 2019 19:25Tags
Emilia ClarkJeff Kravitz/FilmMagic

Emilia Clarke, estrela de Game of Thrones, se abriu sobre seus problemas de saúde. Em um texto entitulado "Uma Batalha Por Minha Vida", publicado no site da The New Yorker, Emilia revelou que quase morreu após sofrer dois aneurismas cerebrais. 

A atriz começou explicando que para aliviar o estresse das gravações da primeira temporada de Game of Thrones ela começou a malhar com um personal trainer. 

"Na manhã do dia 11 de fevereiro de 2011, eu estava no vestiário da academia em Crouch End, North London, quando eu comecei a sentir uma péssima dor de cabeça vindo. Eu estava tão fatigada que eu mal consegui colocar meus tênis. Quando eu comecei a me exercitar, eu tive que me forçar a fazer os primeiros treinos", escreveu ela. 

leia também
Emilia Clarke revela que final de Game of Thrones vai chocar os fãs

"Então meu treinador me colocou na posição de prancha e eu imediatamente senti como se uma faixa elástica estivesse espremendo meu cérebro. Eu tentei ignorar a dor e continuar, mas eu não pude. Eu disse ao meu treinador que eu tinha que fazer uma pausa. De alguma forma, quase me rastejando, fui até o vestiário. Eu consegui chegar no banheiro, caí de joelhos e comecei a ficar violentamente, volumosamente doente. Enquanto isso, a dor—aguda, perfurante e comprimida—estava piorando. Em algum nível, eu sabia o que estava acontecendo: meu cérebro estava danificado".

Jordan Strauss/Invision/AP

Clarke explicou que tentou "afastar a dor e a náusea". Ela até tentou lembrar de algumas falas de Game of Thrones para manter sua memória viva. 

Da academia, Emilia foi levada de ambulância ao hospital onde fez uma ressonância magnética.

"O diagnóstico foi rápido e ameaçador: uma hemorragia subaracnoide (SAH), um tipo de AVC fatal causada por hemorragia no espaço ao redor do cérebro. Eu tive um aneurisma, uma ruptura arterial", escreveu Clarke.

"Como mais tarde descobri, cerca de um terço dos pacientes com HAS morrem imediatamente ou logo depois. Para os pacientes que sobrevivem, é necessário tratamento urgente para selar o aneurisma, pois há um risco muito alto de um segundo sangramento, muitas vezes fatal. Se eu fosse viver e evitar déficits terríveis, teria que fazer uma cirurgia urgente. E, mesmo assim, não havia garantias".

Após o diagnóstico, a estrela, que tinha apenas 24 anos na época, foi transportada para o Hospital Nacional de Neurologia e Neurocirurgia, em Londres, onde deveria ser submetida a uma cirurgia no cérebro. 

Macall B.Polay/HBO

"A operação durou três horas. Quando eu acordei, a dor era insuportável. Eu não tinha ideia de onde estava", recordou ela. "Meu campo de visão estava restrito. Havia um tubo na minha garganta e eu estava ressecada e enjoada. Eles me tiraram da UTI após 4 dias e me disseram que o grande obstáculo era chegar a marca de duas semanas. Se eu conseguisse chegar a esse período com o mínimo de complicações, minhas chances de uma boa recuperação eram altas".

Porém, a situação mudou quando Emilia não conseguia se lembrar de seu nome completo. 

"Eu estava sofrendo de uma condição chamada afasia, uma conseqüência do trauma que meu cérebro sofreu. Mesmo quando eu estava murmurando bobagens, minha mãe me fez a grande gentileza de ignorá-las e tentar me convencer de que eu estava perfeitamente lúcida. Mas eu sabia que estava gaguejando. Nos meus piores momentos, eu queria desligar a tomada. Pedi para a equipe médica me deixar morrer. Meu trabalho—todo o meu sonho de como seria minha vida—centrado na linguagem, na comunicação. Sem isso, eu estava perdida".

Após uma semana na UTI, a afasia passou. 

leia também
Emilia Clarke descreve encontro de Daenerys e Sansa Stark em Game of Thrones

Antes de voltar ao trabalho, Clarke foi informada de que ela tinha um "aneurisma menor" do outro lado do cérebro que poderia "estourar" a qualquer momento.

"Os médicos disseram, no entanto, que era pequeno e era possível que permanecesse adormecido e inofensivo indefinidamente", escreve Clarke. "Nós apenas manteríamos uma vigilância cuidadosa."

"Eu disse aos meus chefes em 'Thrones' sobre a minha condição, mas eu não queria que fosse assunto de discussão pública e dissecação. O show deve continuar!" Clarke escreveu. "Mesmo antes de começarmos a filmar a 2ª temporada, eu estava profundamente insegura de mim mesma. Eu ficava com frequência tão tonta, tão fraca, que achava que ia morrer".

Ela diz sobre a segunda temporada: "Se eu for realmente honesta, a cada minuto de cada dia eu pensava que ia morrer".

Depois de terminar a terceira temporada da série, Clarke apareceu como Holly Golightly na Broadway. Enquanto isso, em Nova York, Clarke fez uma varredura do cérebro que mostrou que "o crescimento do outro lado do meu cérebro havia dobrado de tamanho" e precisava ser operado.

Quando ela acordou da cirurgia, ela estava "gritando de dor".

"O procedimento falhou", contou Clarke. "Eu tive um sangramento enorme e os médicos deixaram claro que minhas chances de sobrevivência eram precárias se não operassem novamente. Desta vez, eles precisavam acessar meu cérebro da maneira antiga - através do meu crânio. E a operação tinha que acontecer imediatamente".

Ela afirmou que a recuperação foi "ainda mais dolorosa" do que após sua primeira cirurgia, passando mais um mês no hospital. Clarke observa que ela anteriormente negou uma história sobre sua cirurgia, mas agora ela quer dizer a verdade.

"Nos anos desde a minha segunda cirurgia eu curei além das minhas esperanças mais irracionais", ela compartilhou com seus fãs. "Eu estou cem por cento agora".

Clarke ajudou a desenvolver a instituição de caridade SameYou, que ajuda a fornecer tratamento para pessoas que estão se recuperando de lesões cerebrais e derrame cerebral.

Miu Miu

Erdem Rebecca AW16

Dior

Oscar de la Renta

Christian Dior

Isa Arfen

Rosie Assoulin

Balenciaga

Calvin Klein

Versace

Victoria Beckham