Nicole Bahls

Instagram/@nicolebahls

Nicole Bahls acaba de se envolver em polêmica nesta sexta-feira, 15. Após dizer que é contra cenas de sexo entre "héteros e gays" na TV, o público LGBTQ se revoltou nas redes sociais. 

A declaração da modelo aconteceu durante o programa Sensacional, da Rede TV, exibido nessa quinta-feira, 14. "Não acho tão legal nem hétero nem homossexuais, porque às vezes tem crianças assistindo, tem a familia. Não é uma coisa que tem que ser educada na TV. Mas em documentário e em debate com certeza ajudam muito", disse ela. 

Em seguida, o jornalista Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, que participava do programa, acusou a modelo de ser preconceituosa.  "Opiniões como a Nicole não contribuem com a discussão. Ela esconde a gente quando diz 'é algo que ofende a família', 'põe na novela só ali no cantinho'. Passamos décadas no 'cantinho'. Agora que podemos trabalhar, andar de mão dada na rua, beijar na boca, vem alguém com a exposição que ela tem e que ganha muito dinheiro com o público LGBT para dizer que não podemos aparecer em novela?", disse ele.

Após a repercussão da polêmica, Nicole decidiu se pronunciar no Stories.

"Não vem querer falar que sou homofóbica porque você não vai conseguir, minha casa vive cheia de bi, meu maquiador, tudo o que você imaginar. Aqui não tem preoconceito de nada, tem sapatão, tem bicha, tem tudo", disse ela. "Cena de sexo em novela, nem hétero, nem homossexual, ninguém tem que fazer cena de sexo para mostrar que é gente, para levantar bandeira", revelou. 

Além disso, a modelo relembrou uma cena do Programa Pânico em que beijou uma colega de elenco. "Fui acusada de homofobia? Sendo que eu mesma já contracenei na TV um beijo com uma companheira de trabalho", contou ela. 

"Que país é esse que estamos vivendo? Que temos que falar que promiscuidade em qualquer gênero ou sexo é legal para ser a favor dos gays? Torço muito para que todos gays admitam que cada dia mais estão ocupando seu espaços conquistando vitórias. Eu como mulher não preciso fazer uma novela ou filme transando em qualquer horário pra provar que sou mulher, pra dizer que sou feminista, pra mim nós somos todos exatamente iguais...", escreveu ela. 

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.