Felicity Huffman, Lori Loughlin

Amanda Edwards/WireImage, Greg Doherty/WireImage

Lori Loughlin, conhecida pela série Três é Demais, e Felicity Huffman, de Desperate Housewives, viraram a notícia nesta terça-feira, 12. Felicity e Lori estão envolvidas em um escândalo de compras de vagas em universadades. 

Elas estão entre os mais de 40 indivíduos que foram acusados de conexão com um suposto esquema de vestibular. O E! confirmou que 13 réus foram detidos esta manhã na área de Los Angeles, incluindo Felicity. Esses 13 acusados farão suas primeiras aparições no tribunal neste final de semana.

A Procuradoria Geral dos EUA para o Distrito de Massachusetts disse ao E! que Loughlin não foi presa. Ela está atualmente fora dos Estados Unidos. Ela tem sido contactada por autoridades federais para voltar e se entregar. No entanto, seu marido Mossimo Giannulli foi preso esta manhã sem incidentes. Espera-se que ele apareça hoje no tribunal.

Documentos judiciais obtidos pelo E! mostram que tanto Huffman quanto Loughlin foram acusadas de conspiração para cometer fraudes por correspondência e por serviços postais. De acordo com o depoimento do FBI, o esquema envolveu a entrada de estudantes em faculdades como Georgetown, UCLA, USC, Stanford, Universidade de San Diego, Universidade do Texas, em Austin, Wake Forest e Yale.

O documento prossegue afirmando que o esposo de Felicity, William H. Macy, fez uma contribuição beneficente de US$ 15 mil para participar do esquema em favor de sua filha mais velha. Ela "mais tarde fez arranjos para buscar o esquema uma segunda vez, para sua filha mais nova, antes de desistir", diz o documento.

Lori Loughlin, Olivia Jade Giannulli

Steve Granitz/WireImage

Loughlin e seu marido, Giannulli, também têm duas filhas, incluindo a estrela do YouTube Olivia Jade.

O depoimento diz: "Os Guannullis concordaram em pagar propinas totalizando US$ 500 mil em troca de terem suas duas filhas designadas como recrutas do time da USC - apesar do fato de não terem participado da tripulação - facilitando assim sua admissão na USC".

Em resposta à investigação, a USC divulgou uma declaração, observando que a escola não foi acusada de nenhum delito.

"Estamos cientes da investigação criminal em curso abrangente envolvendo universidades em todo o país, incluindo a USC", diz a declaração. "A USC não foi acusada de qualquer delito e continuará a cooperar totalmente com a investigação do governo. Entendemos que o governo acredita que a atividade ilegal foi realizada por indivíduos que fizeram grandes esforços para ocultar suas ações da universidade. A USC está conduzindo uma investigação interna e tomará as medidas de emprego, conforme apropriado. "

"A USC está no processo de identificar quaisquer fundos recebidos pela universidade em conexão com este esquema alegado", conclui a declaração. "Além disso, a universidade está revisando amplamente seus processos de admissão para garantir que tais ações não ocorram daqui para frente".

William "Rick" Singer, de 58 anos, também foi acusado de conspiração de extorsão, conspiração de lavagem de dinheiro e obstrução da justiça. De acordo com um comunicado de imprensa desta terça-feira, Singer possuía e operava o Edge College & Career Network LLC ("The Key") - um negócio de aconselhamento e preparação para faculdades com fins lucrativos - e atuou como CEO da Key Worldwide Foundation (KWF) corporação sem fins lucrativos que ele estabeleceu como uma suposta caridade.

O comunicado informa que entre aproximadamente 2011 e fevereiro de 2019, Singer supostamente "conspirou com dezenas de pais, treinadores esportivos, um administrador de atletismo universitário e outros para usar suborno e outras formas de fraude para garantir a admissão de estudantes em faculdades e universidades, incluindo a Universidade de Yale, Universidade de Georgetown, Universidade de Stanford, Universidade do Sul da Califórnia e Universidade Wake Forest, entre outras".

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.