Dan Reynolds, de Imagine Dragons, revela como o ódio gratuito contribuiu para sua depressão

O vocalista revelou que a negatividade que a banda enfrentou afetou ele pessoalmente.
por Samantha Schnurr | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 28 fev, 2019 17:35Tags
Dan ReynoldsVALERIE MACON/AFP/Getty Images

Dan Reynolds decidiu abrir o jogo sobre como os haters o afetam!

O vocalista do Imagine Dragons usou sua conta nas redes sociais durante essa quarta-feira, 27, para se pronunciar sobre as críticas de ódio que ele e sua banda enfrentam há anos.

"Por uma década agora, eu lidei com críticas e outras bandas dizendo coisas extremamente maldosas sobre a minha banda. E não é o que eu chamaria de 'críticas construtivas' (que eu sempre ouço e tento aprender), mas coisas que as pessoas fazem por atenção", disse ele através do Instagram. "Palavras cheias de ódio e maldade que são faladas para que a humanidade possa rir das imperfeições e falhas dos outros".

Segundo o cantor, isso fez com que seu quadro de depressão piorasse.

leia também
Imagine Dragons e Muse são confirmados no Rock in Rio 2019

"Eu fiquei quieto e aguentei por anos. Isso contribuiu para a depressão que eu lido desde que sou jovem. Eu não estou dizendo isso para ganhar empatia, mas é um fato", explicou Reynolds.

"Não é sobre como isso me causa esses sentimentos de stress e depressão, mas sobre o que isso faz para o mundo que nós criamos como uma banda. Como uma criança possivelmente pode se sentir 'não legal' ao ouvir Imagine Dragons? Eu odeio esse pensamento. Fico pensando se vão tirar sarro das minhas filhas quando elas crescerem por acharem que a minha banda não é legal".

O cantor também chamou a atenção de algumas bandas que falaram mal de Imagine Dragons. "Eu já superei o fato de que pessoas em outras bandas (The 1975, Foster The People, Smashing Pumpkins, Slipknot etc) sentem a necessidade de falar mal da minha banda, seja lá qual for a razão para isso. Na verdade, eu não sinto raiva deles. É mais uma tristeza da indústria aceitar e até celebrar essa atitude", escreveu Reynolds. "Eu queria que fosse um lugar no qual os artistas se defendem e se apoiam - independentemente dos diferentes gostos musicais".

Ainda assim, o vocalista afirmou que o grupo vai continuar agindo em cima da positividade.

"Meus colegas de banda são alguns dos meus melhores amigos. Nós somos autenticamente nós mesmos e lutamos para trazer positividade e empoderamento para o mundo", concluiu ele. "Nós vamos continuar a fazer isso".

Após o post, vários fãs da banda apoiaram o cantor. "Você tem muito mais pessoas que te admiram do que te desprezam", disse um deles.