Jussie Smollett é preso por falsa denúncia de ataque racista e homofóbico

O intérprete de Jamal Lyon, da série Empire, disse que havia sido atacado, de forma racista e homofóbica, no início de janeiro deste ano. Saiba mais detalhes!

por Elyse Dupre | Traduzido Por Sally Borges | 21 fev, 2019 14:35Tags
Jussie SmollettMichael Buckner/Variety/REX/Shutterstock

Jussie Smollett, de Empire, ficou na mira dos holofotes após sofrer um ataque racista e homofóbico no fim de janeiro. No entanto, o jogo virou e os policiais descobriram que Jussie teria planejado a própria agressão.

De acordo com o E! News, o ator foi preso e está sob custódia de detetives. O diretor de comunicações, Anthony Guglielmi, anunciou a notícia nesta quinta-feira, 21, observando que Jussie havia se entregado.

A notícia veio menos de 24 horas depois que o ator foi acusado de conduta desordeira por supostamente arquivar um falso depoimento policial.

No relatório, o intérprete de Jamal Lyon afirmou ter sido atacado por infratores que gritavam insultos racistas e homofóbicos.

leia também
Terrence Howard, de Empire, se manifesta sobre ataque a Jussie Smollett

O advogado dele divulgou uma declaração após a aprovação das acusações pelo Gabinete do Procurador do Condado de Cook.

"Como qualquer outro cidadão, o Sr. Smollett goza da presunção de inocência, particularmente quando houve uma investigação como essa em que a informação, tanto verdadeira quanto falsa, foi repetidamente vazada. Dadas estas circunstâncias, pretendemos conduzir uma investigação completa e montar uma defesa agressiva", informou a declaração.

De acordo com Tom Ahern, vice-diretor de assuntos de notícias e comunicações da polícia de Chicago, Jussie enfrenta uma acusação de crime de classe quatro, que é punível por até três anos de prisão nos EUA.