Letícia Almeida, Jonathan Couto

Instagram/@leticia; Instagram/@jonathancouto

Letícia Almeida, que deu o que falar após assumir que o pai de sua filha era seu concunhado Jonathan Couto e não seu namorado, Saulo Poncio. A intriga de família rendeu tantos comentários e especulações, que Letícia foi ao programa de Luciana Gimenez nessa quarta-feira, 12, e fez mais revelações. 

A atriz disse que foi embriagada por Jonathan e sofreu um estupro do ex-cantor da boyband P9

"Eu morava com eles e o Saulo viajou uma noite para fazer show. O Jonathan me ofereceu bebida, eu não tenho costume de beber. Bebi vinho, fiquei muito embriagada e ele abusou sexualmente de mim", disse ela.

"Você estava consciente quando isso aconteceu?", perguntou a apresentadora. "Não", disse Letícia. "Eu não tive noção do que tinha acontecido"

"Ele me procurou dois dias depois para me oferecer uma pílula do dia seguinte e eu fiquei muito mal porque eu não sabia do que tinha acontecido", revelou a atriz.

"Eu não consegui contar isso pra ninguém, porque o Saulo era a pessoa que eu amava  E preferi como todas as mulheres se culpar, guardar e por medo não contei isso pra ninguém", contou.

Letícia ainda afirmou que não teve o apoio de Saulo como pai durante e após a gravidez e que foram os pais do ex-namorado que exigiram o teste de DNA. 

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.